sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

O gosto da eternidade...


Um momento
Uma imagem
Um sentir
Uma saudade que voa,
Interage e entoa
A mais doce canção.

Dançar no passado
Trazendo ao presente
O mais lindo som.

Que alegria é
Tocar no tempo
Um sentir na alma
Um aconchego profundo
Que nos leva para outro mundo.

Que magia deixar fluir
Além do olhar um sorrir
Além do horizonte um toque suave
Quando a alma simplesmente
Permite ao corpo
O gosto da eternidade.


Tânia Gorodniuk

www.tginspira.com.br


Nenhum comentário:

Amor sempre...

Para viver só é preciso sentir Deixar o coração falar E a mente fluir. O segredo é amar sem medo Sentir sem freio Iluminar por onde passar...