terça-feira, 13 de novembro de 2018

Um sopro, um vento, um sentir no rosto sem tempo.


A alma sabe o que está mais a frente
O coração sente o que vibra um pouco mais além
O corpo apenas aguarda paciente
A mente vibra contente
Enquanto um mundo pulsa por dentro.

O que é a espera
Quando se tem a certeza do que virá?

A vida pede paciência
O Universo traz o aprendizado
E a gente segue evoluindo
Até que tudo aconteça
No momento certo
Na hora exata
Em que tudo estiver pronto.

Um sopro, um vento, um sentir no rosto sem tempo.

Tânia Gorodniuk

www. tginspira.com.br





Nenhum comentário:

Um sentir que ousou voar...

Quando a noite bate a porta Num silêncio mudo O coração sente tudo. O corpo sente O que na mente chega Enquanto os sentidos fazem festa Ecoa...