segunda-feira, 19 de março de 2012

Quando a alma fala, o corpo cala e a mente silencia.



Há tempos venho estudando o outro lado da vida
Venho tentando entender os sinais
E me aprofundar nos ensinamentos espirituais.

Todos os dias me surpreendo com uma nova descoberta
A todo instante é possível evidenciar a obra divina.

Quanto tempo a gente perdeu
Se importando com coisas sem sentido
Sem valor algum
Estou feliz porque em tempo consegui
Acordar e me abrir para o novo
Algo que conecta diretamente a minha história.

Agora sim
Posso entender o passado
Usufruir o presente
E esperar o melhor do futuro.

Agora sim
Eu sei a fórmula
Sei prestar mais atenção
Ao que sinto
E entender melhor
A minha intuição.

Agora sim o canal está aberto
A antena posicionada
No lugar certo
Na estação correta
Agora só resta viver
E deixar tudo acontecer.

Quando a gente aprende
A silenciar a mente
E calar o corpo
A alma fala, respira e vive.

Só então a gente percebe
Que viveu num mundo a parte
E que agora sim
Vivemos no mundo certo, real,
Onde nem tudo é concreto
Mas é o correto.

Quando a alma fala
O corpo cala
E a mente silencia
Só para gente saborear a emoção com todo o prazer.

O mundo se faz pequeno
Quando a alma resolve falar
Tudo silencia
Só para ouvir...


Tânia Gorodniuk

www.tginspira.com.br

terça-feira, 13 de março de 2012

Homenagem ao Fotógrafo


Fotógrafo é um ser de olhar diferente
Ele capta na gente a essência
E fotografa.
Ele consegue ver
Através da lente
O meu querer.
Quem pensa que apenas uma foto
Que ele faz
Se engana
Ele monta uma história
Perpetua na memória
Um momento bom.
A foto em si
Torna-se pequena
Diante do significado da imagem
O sentir
O olhar
O sonhar
Ver ali num pequeno pedaço de papel
A minha vida
A minha alegria
A magia do meu desejo
Você é um anjo
Que não sabe dizer
Mas registra tudo
Como ninguém.

A minha homenagem
À você grande pessoa
De alma de luz
Faz a minha história
Ser gravada
De um jeito todo
Especial.

Parabéns pelo seu olhar nota 1000!!!



Tânia Gorodniuk

www.tginspira.com.br





segunda-feira, 12 de março de 2012

Homenagem ao Caminhoneiro



Minha vida solitária
Pelas estradas deste mundo
Pego a minha mochila
E entro no caminhão
Vejo a foto da família
Rezo e peço proteção.
Ligo o rádio
Assim não sinto a solidão
Viajo no pensamento
Olhando para o horizonte
Eu penso
Onde está meu coração.
No volante eu me sinto um rei
Direciono a minha vida
Lá de cima vejo tudo
Me sinto bem.
Nas paradas encontro os amigos
Jogo conversa fora, brinco
Tomo um café
Estico as pernas
Tiro um cochilo
E lá estou de volta
Pro meu caminho.
Dias e noites
Sem parar
A responsabilidade
Em primeiro lugar
Depois que a entrega foi feita
Eu respiro
Vou ao bar
Rever os amigos
E relaxar.
Assim é a vida
De quem vive na estrada
Minha paixão é esta.
Minha alegria
É a chegada
O abraço de quem amo
O beijo gostoso
A família reunida
Isso é o bom da vida!

Minha homenagem a quem faz a vida acontecer
À você caminhoneiro
O meu muito obrigado
Pela sua força e coragem
De se aventurar nas estradas
E abastecer este mundo de meu Deus
Você traz sem querer
A alegria
A paz
A energia
O sustento
Pra cada coração
Obrigada meu amigo!


Tânia Gorodniuk

www.tginspira.com.br


Quando se quer, tudo muda.

  Quando se quer Noite vira dia Obstáculo vira aprendizado Sonho vira realidade Quando se quer Tudo se transforma. Quando se quer, tudo muda...