quinta-feira, 14 de maio de 2020

Um sentir nasce, floresce e voa...




Um vento
Um sopro por dentro
Um toque no rosto
Um sentir que ecoa
Sem motivo
Sem razão
Apenas invade
Nas ondas do coração.

Quem foi que disse
Que em tudo há um sentido
Não provou o que é o amor.

Algo que do nada chega
Abre portas
Revive memórias
Amores de vidas passadas
Que se eternizaram
Tatuando na alma
Um sentir que ficou.

Este sim é o amor
Um olhar que incendeia
Um sorrir que permeia
Enquanto na mente
Em tempo presente
Passado e futuro se misturam.

É na mente que tudo acontece,
Que a alma diz o que a faz feliz
Enquanto o corpo busca entender
A vida se enche de prazer.

Um amor é para sempre,
Passado, futuro e presente.

Um amor a gente não entende,
A gente simplesmente sente.


Tânia Gorodniuk



Nenhum comentário:

Um sentir que ousou voar...

Quando a noite bate a porta Num silêncio mudo O coração sente tudo. O corpo sente O que na mente chega Enquanto os sentidos fazem festa Ecoa...