terça-feira, 7 de agosto de 2018

Quem sou eu?



Muitas vezes nos questionamos, quem somos, o que queremos, se estamos no caminho certo, se o que fizemos foi correto. Estamos constantemente nos avaliando e quase sempre menosprezando o nosso trabalho, a nossa ação, o nosso conhecimento.

Para sermos felizes necessitados de um significado para que a vida tenha um propósito, caso contrário será vazia, sem sentido.

Todos peguntam: porque nasci? Para que estou neste mundo? O que devo fazer?

Não dá para generalizar nas respostas, cada um é um, cada um de nós está num estágio de evolução de acordo com o nosso conhecimento e vivência.

A primeira coisa a se fazer para elucidar tais questionamentos é o autoconhecimento.

Uma dica:

Numa folha de papel escreva de onde veio, aonde está e para onde deseja seguir.

Enumere o que é preciso para conquistar os seus objetivos.

Diante do que escreveu se pergunte o que já está fazendo para alcançar o que deseja.

Não há fórmula, nem mágica, há apenas um planejamento com conhecimento.

Muita gente vaga seguindo a onda, dorme, come e trabalha, mas é a vida? O propósito? O que deixamos, o que semeamos?

As respostas estão dentro de nós, mas para descobrí-las é preciso se autoconhecer, aprender a escutar a voz interior e a seguir a intuição.

Todos possuímos um diferencial, uma missão especial, e não é algo revolucionário, é algo simples é único.

Pare de se achar um lixo, você é um LUXO!

Descubra-se e faça a diferença no mundo.

Você nasceu para brilhar do seu jeito.


Tânia Gorodniuk

Nenhum comentário:

Renascer, transformar...

Algumas coisas ao longo do tempo perdem o sentido, Outras ganham evidência, Prioridade em tempo presente. Que a vida ative sempre o sen...