quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Um encontro de almas a cada anoitecer...


A cada anoitecer a minha alma voa
Segue até encontrar o que a faz
Até tocar o que nela vibra
Vida durante o dia.

A cada anoitecer
Minha alma vai até meu bem querer.

Um sentir que inunda
Por noite adentro
Fazendo do corpo ninho
De um amor entre os tempos.

Não é preciso tocar para sentir
Só é preciso silenciar para ouvir
A energia transcende
O corpo aquece
E a alma vibra
Quem já sentiu não esquece
Quem já tocou não duvida.

Um sentir sereno
Uma paz suprema
Um amor divino
Em almas terrenas.

A cada anoitecer
O encontro está marcado
Entre eu e você.

Tânia Gorodniuk






Nenhum comentário:

Quando a vida decide ensinar, vale qualquer hora, qualquer lugar.

Quem me conhece sabe O quanto a vida me toca Provoca um sentir e me faz voar muito além do horizonte. Era apenas uma manhã comum O d...