sexta-feira, 21 de julho de 2017

Somos NADA sozinhos, somos TUDO juntos.


Talvez
A gente fale bastante
Se importe com veemência.

Talvez
A gente nem fale
Nem ligue
Mas se preocupa até demais
E por medo se distancia.

Talvez
Na verdade
A gente tenha medo
De perder o que sente
De sentir um vazio por dentro
De ficar à sós.

Fomos jogados neste mundo sozinhos ao nascer
E quando acabar o nosso aprendizado por aqui
Iremos sozinhos nesta viagem.

Talvez por este motivo
Queremos tanto estar juntos
Dividir o que possuímos por dentro.

Sorrir junto
Brincar junto
Cantar junto
Errar junto
Construir junto
Amar junto
Porque juntos a gente se vê
Nos olhos do outro
Sente em outro corpo
A dimensão do que somos
NADA sozinhos
TUDO juntos.

Que a gente possa estender a mão
Tocar no olhar
Abraçar num sorriso
E se preciso for
Doar um ombro amigo.


Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Quando um vento direcionou o olhar para um sentir...

Ninguém foge do destino O que está marcado para acontecer, um dia acontecerá. Num instante de luz A alma voou Levou no sentir o ...