segunda-feira, 31 de julho de 2017

Quero perder o fôlego a cada momento



Hoje resolvi falar um pouco de mim...

Quem é a Tânia hoje?

Mantenho a minha essência sempre intacta.
O mundo sempre tentou roubá-la de mim,
Todos querem mudar o seu jeito de ser, de viver, de falar, de andar...

Mas se eu for ser como eles querem, não serei mais eu, serei eles.

A Tânia sonha? MUITO.
A Tânia ama? SEMPRE.
A Tânia sofre?
SIM, mas nunca perde a esperança de que amanhã é um novo dia.

Nos últimos meses tenho me decepcionado muito com as pessoas e tento entender os porquês.
Elas nunca serão igual a mim, elas não tem o mesmo modo de pensar.
Mas uma coisa me chamou a atenção, a forma de lidar com o ser humano.
O mundo tornou-se consumo geral, de objetos e pessoas.
A maioria te olha como produto, como número, você é somente mais um.
Que valor é esse?

Sou espontânea e cheguei até a brigar com Deus o porque eu tenho de ser tão coração,
Enquanto o mundo lá fora não se importa.
A amizade, a bondade, a honestidade, o amor, a verdade são coisas de outro planeta.
Eu não entendo...

Mesmo enxergando um pouco a mais, mesmo sentindo a minha intuição a flor da pele,
Eu continuo acreditando no ser humano.
Que um dia seus olhos poderão ver o que eu hoje vejo e sinto.

Continuo me emocionando diante de uma história de fé, de luta, de amor.
Amo estender a mão, doar um ouvido, dividir um abraço.
Eu faço porque gosto, me sinto bem, me sinto feliz.
Se eu puder de alguma forma ser útil nesta vida, valeu eu estar aqui hoje.

O que me fere são aqueles que fazem o mal por gosto, querem te ferir por prazer.
Hoje eu os entendo e tenho pena, porque hoje sei que eles não tem a noção do que fazem.
Nestas horas eu me fortaleço e mais uma vez compreendo a minha missão com as palavras, com a escrita. Estou aqui para passar o que sei, o que vivo, o que sinto,
A verdade sobre os meus sentimentos e sobre a minha vida.

Cada momento uma nova história, uma nova lição, um novo aprendizado pra mim também.

Quero contar a minha vida pelos suspiros,
Pelos momentos em que perdi o fôlego tamanha emoção.
Quero sentir viva pertencente de um universo que inspira e conspira a teu favor, em prol do amor.

A Tânia é assim, transparente, fala o que sente, vive o que diz.

Muitos quiseram podar minhas asas e neste instante eu fiquei infeliz, eu morri por alguns segundos...
Mas depois fortalecida percebi que a minha liberdade é voar e seguir meu caminho.

Seja você do seu jeito,
Não pode suas asas,
Viva conforme o seu coração e seja feliz,
Afinal, a vida é hoje
E hoje você merece sentir, viver e sorrir.

Quero perder o fôlego a cada olhar
Cada vez que a vida por mim passar...

Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Quando um vento direcionou o olhar para um sentir...

Ninguém foge do destino O que está marcado para acontecer, um dia acontecerá. Num instante de luz A alma voou Levou no sentir o ...