quinta-feira, 27 de julho de 2017

Fui dormir com a Lua...



Fui dormir na Lua
Para ver se lá do alto
A vida continua no mesmo compasso
Em que o corpo segue lá embaixo.

Fui voar nas estrelas
Tocar no horizonte
O que ainda não sei
Mas sinto latente
Mesmo sem ver.

Fui buscar no Universo
Bem longe da terra
Uma era em que tudo
Era diferente.

A cada anoitecer entrego minha alma para voar
Deixo o corpo adormecer
Até ela voltar...

Quando fecho meus olhos peço:
Voa alma minha
Percorra nos caminhos mais distantes
E encontre em alguma parte
A arte que me faz sonhar.

Ao amanhecer recebo minha alma
Num beijo que me faz acordar
No sopro ela traz um sorrir a mais.

Fui dormir com a Lua
Ela sabe como encantar
Como guiar minha alma
Como embalar o meu corpo
Num doce ninar.

Tânia Gorodniuk



Nenhum comentário:

Quando as mãos se unem...

A união das mãos Inicia o contato Com a nossa energia interior Assim começamos a conversar Expor nossos anseios Nossos medos Tent...