sexta-feira, 16 de junho de 2017

Religiosidade não é religião, é amor nos atos e no coração.



Desde pequena eu ouvia este Salmo 23
E assim decorei.
Hoje eu resolvi entendê-lo
E vou relatar o que eu descobri.

"O Senhor é o meu pastor
E nada me faltará.
(Ele cuidará de mim)

Deitar-me faz em verdes pastos
Guia-me mansamente às águas tranquilas.
(Ele fornecerá o que preciso para viver)

Refrigera minha alma
Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.
(Ele nutrirá minha alma e me guiará no caminho de luz)

Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte
Não temeria mal algum
Porque tu estás comigo
A tua vara e o teu cajado me consolam.
(Por mais difícil que pareça a prova, ele estará ao meu lado com seu amor protetor, isto me fortalecerá)

Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos
Unges a minha cabeça com óleo
O meu cálice transborda
(Sei que às vezes parecerá que sou pequeno e solitário, mas ele mostrará que não)

Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão
Todos os dias da minha vida
(Semeando o bem com amor ele sempre estará comigo)

E habitarei na casa do Senhor
Por longos dias...
(E assim serei feliz na paz, na bondade, na união de um amor divino)

Amém."

Perguntaram pra mim certa vez se eu era religiosa ou tinha religiosidade. Respondi:

Eu tenho religiosidade e explico: religiosidade é ver com os olhos, sentir com o coração e agir com as próprias mãos. Você aprende o que é Deus: bondade, amor, verdade, respeito; mas de nada adianta se não colocar em prática todos os dias de sua vida. Seja um olhar sereno, um brecar de língua, quando a gente pensa a língua já feriu, um toque das mãos em prol do outro. Hoje eu sei que religiosidade é AÇÃO, ATITUDE perante a vida, para o mundo.

Muito se fala, mas pouco se faz...

Somos humanos, por isso falhos, necessitamos aprender sempre a domar nossa emoção.

Quando estou ferida, me calo para não magoar ninguém, nesta hora o coração chora, dói e muitas vezes falará coisas não boas de se ouvir.

Eu acredito em um único mandamento: acreditar que há alguém maior e que não devemos jamais ferir uma vida, seja de que maneira for, respeitar sempre, seus gostos, suas diferenças, suas crenças, tudo. Cada um é um e foi feito pelo divino assim. Se ele errou, quem vai julgá-lo não sou eu e nem você, mas sim quem o criou. Por este motivo cada um nasceu com o livre arbítrio e terá que prestar contas de suas escolhas.


Estas fotos e textos foram tiradas da minha palestra "A Diferença é Você", procuro falar do dia a dia de como podemos melhorar a nossa vida e viver feliz.

A gente às vezes sobrevive e esquece de VIVER!

Colocar em prática o que se sabe não é fácil, mas fica gostoso quando a gente entende e o faz com prazer.

Eu sei...
PENSAR CANSA!!!
No começo cansa sim, mas com o tempo é pura diversão, você descobre um novo mundo.

Uma noite de luz na paz, no amor e na bondade do coração.

Tânia Gorodniuk




2 comentários:

Suzinha52 disse...

Meu salmo preferido. Acho que é o de todo mundo. Mais um lindo post seu, Tânia. Parabéns!! É isso, mesmo. De nada adianta saber a teoria, se não a gente não pratica....

Tânia Gorodniuk disse...

Obrigada linda amiga, é um salmo muito poderoso talvez o mais lido e lindo também. Beijos :)

Reconhecer...

Reconhecimento Não é algo que chega Mas sim algo que a gente descobre por dentro. Reconhecer requer autoconhecimento Requer um mome...