quarta-feira, 28 de junho de 2017

Pensar, sentir, pedir, aguardar...



Quando o corpo pára
A mente se movimenta
Tentando entender um coração que sente
Vibra sem sentido
Vive sem razão
Nesta hora não há conexão
Tudo se dispersa
Então a gente fecha os olhos
Respira, inspira
E em silêncio pede luz
Pede um sinal.

Neste momento único
Tudo se transforma
De dentro pra fora
Tem dias que o corpo chora
Para apenas desaguar
O que há tempos está guardado
Em busca de direção.

Quando tudo passa
A alma leve
Faz o corpo adormecer.

Enquanto a alma voa
O corpo sonha
E no sonho é possível entender
A paz
O amor
A vibração de algo maior.

Mais tarde quando estamos acordados
Do nada a resposta vem
E encaixa num toque perfeito
Alma, mente e coração
Magia da vida
Que sempre ensina
Tudo acontece no tempo certo!

Tânia Gorodniuk





Nenhum comentário:

Mudar, nem sempre é sinônimo de prazer.

A mudança nem sempre é prazerosa. A gente tem medo de mudar Até que um dia Depois de um tempo A gente muda sem pensar Num silencioso m...