quinta-feira, 15 de junho de 2017

Era uma vez escritas ingênuas...




Era uma vez
Alguém que sonhava
Dentro de si
Escondia a emoção
E voava nas palavras
Pequenos poemas
Escritas ingênuas
Marcas de um coração.

O tempo passou
A vida seguiu
Mas o sonho?
Continuou em seu interior.

A cada dia a magia crescia
Até que um dia explodiu
Num doce sentir.

O imaginário se realizou
Tomou formas
Teve origem
Criou raízes.

Agora era possível
Ver, tocar, sentir
Vibrar o corpo
Tocar a alma
E pulsar ainda mais o coração.

A história apenas começou
Ainda há muito para acontecer
E a vida segue
Mudando destinos
Criando caminhos
Guiando os passos
Deste coração que sente
Que ali na frente
Tudo vai mudar.

Um som
À luz do Luar
Tudo acontecerá...

Uma história começa no sentir
Aflora no sorrir
No prazer que traz ao coração
E se delicia no amor
Que toca a alma.

Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

A felicidade encantada

Esta noite Eu quero uma estrada Que leve o meu sentir Até onde o coração pousa Aconchega E ousa ser feliz. Quero encontrar O que ...