segunda-feira, 26 de junho de 2017

Deixa chover...



Às vezes chove por dentro
Inunda o que somos, sentimos e fluímos a cada toque.

Às vezes a gente não compreende
E tenta em vão ligar os fatos,
Pontuar os traços
Para enxergar no todo o que o momento traz.

Nem tudo é para ser entendido
Mas tudo é para ser sentido
Até que um dia a magia se faça
E o que era uma simples nuvem se disfaça
Trazendo a luz para o nosso interior.

Deixar chover o que sente
Até que o Sol volte a brilhar novamente em seu olhar.

Uma super semana com novos horizontes.

Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Felicidade é um sorriso!

Lá fui eu viajar nas ondas do sentir... Há vinte anos atrás Morei em Moema Logo depois que casei O Bruno, meu primeiro filho, prati...