quinta-feira, 4 de maio de 2017

Sou brasileiro(a) com muito orgulho e muito amor.



Eu sou brasileiro(a) com muito orgulho!

Nem tudo na vida são flores para que assim o aprendizado se faça.

Precisamos parar de denegrir quando algo não está bom e enaltecer somente quando tudo flui bem.

O Brasil se faz com o povo e não por quem governa.

É a multidão que faz uma nação.

Cadê a linearidade? Eu gosto e odeio ao mesmo tempo?

Vamos a um exemplo prático e bem profundo:

Muitos são pais, se o seu filho faz algo que não te agrada você briga, pontua, ensina e educa. O amor continua lá sempre presente.

Então por que nós brasileiros só enaltecemos o Brasil em jogos esportivos ou no Carnaval? E todo o resto?

Se há problemas somos todos responsáveis e devemos sim pontuar, educar, ensinar e fazer o modo certo acontecer, mas sem denegrir, ferir a imagem do NOSSO país. Ser exemplo sempre!

Amo o meu país, já morei fora e hoje tenho a certeza do paraíso que é viver aqui.

Quem não tiver problemas se prepare para transcender, porque nesta viagem a maior missão é evoluir.


Tânia Gorodniuk



Nenhum comentário:

Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...