terça-feira, 16 de maio de 2017

O amor nos fez, nos faz e fará a cada amanhecer...



Tatuei em minha pele o querer
Fiz do sonho a coragem para seguir
Senti a cada passo os sentidos
Que me diziam por onde ir.

Quando o ar faltava,
Parava
Fechava os olhos
Para ouvir a alma falar.

Mantinha os pés no chão
O olhar no horizonte
Caminhava mesmo sem ver
Abraçava o coração com a alma
Enquanto o sentir mantinha o corpo de pé.

A força vem do que a gente sente
Do que armazena a cada toque.

A fé vem do que se acredita
Do que nos faz num sopro.

O que somos?
Vento
O que temos?
O mundo
O que nos faz?
Amar sem medida.

Tatuei na pele o querer
Só para lembrar
Que o amor é o que nos fez, nos faz
E para sempre nos fará.


Tânia Gorodniuk








Nenhum comentário:

Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...