sábado, 13 de maio de 2017

Já nem sei...



Já nem sei
Se é noite ou dia
Já nem sei
Se é inverno ou verão
Já nem sem em que mês estamos
Em que dia
Parei por um momento
O tempo.

Já não há dias
Horas
Meses
Há apenas o agora
Neste instante
Foco o sentir
Liberto o coração
E deixo ele me guiar.

Pouco importa o que há por fora
Quando por dentro
Tudo acontece
Sem pressa.


Tânia Gorodniuk





Nenhum comentário:

Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...