sexta-feira, 19 de maio de 2017

Eu escrevo



Eu escrevo
Para não perder o que sinto
Para dizer o que penso
E assim gravar a minha história.

A cada dia uma nova magia acontece
A vida se renova
Novos acontecimentos
Novos momentos
Para sentar e redigir.

Eu escrevo
Porque lá na frente
Talvez a memória
Chegue a falhar
E então eu abrirei
O livro da minha vida
E lerei
Relembrarei cada instante
Que me fez suspirar.

Eu escrevo
Para não perder nenhuma parte
Para lembrar dos mínimos detalhes
Que me fizeram sorrir
Que me deixaram chorar
Mas que acima de tudo
Me fizeram ser alguém.

Eu escrevo
Para gravar todos os anjos
Que passaram por mim
E cada um do seu modo especial
Me deixou um pouco de sua luz.
Eu escrevo
E assim percebo
O quanto no meu dia acontece
O quanto minha vida é repleta de pequenos milagres.
Eu escrevo
Porque tenho medo
De às vezes esquecer
Tantas coisas
Tantas histórias...

Eu escrevo
para sempre lembrar de você
O quanto me faz feliz
O quanto me é importante
O quanto seu amor é especial.

Eu escrevo
Para eternizar o que sinto
E para sempre dizer
TE AMO!

Como diria Fernando Pessoa:
"Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir".
 


Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Deixa chover quando algo apertar...

Quando por dentro algo apertar Deixa chover Solte o que sufoca Liberte o que sente no ar. Às vezes é preciso desaguar Deixar o que sen...