domingo, 28 de maio de 2017

Doce viagem noturna...



Quando a noite chega
O coração se abre
Enquanto o corpo se prepara para adormecer
A alma vibra um querer.

Enquanto tudo silencia
O corpo se desnuda
E a alma nua flui, voa
Até encontrar o que a faz.

Neste silêncio
A mente sonha
Fazendo feliz o coração.

Doce viagem noturna
Enquanto o corpo se deleita
A alma transcende até o amanhecer.

À noite tudo acontece
É no silêncio
Que o coração grita
Para dizer tudo o que sente
Enquanto a mente tenta em vão entender...

Coisas de um coração que vibra além
Que pulsa latente
Enquanto a emoção se faz presente.


Tânia Gorodniuk





Nenhum comentário:

A felicidade encantada

Esta noite Eu quero uma estrada Que leve o meu sentir Até onde o coração pousa Aconchega E ousa ser feliz. Quero encontrar O que ...