sábado, 11 de março de 2017

A vida passa, mas o que toca, eterniza, cria vida em outro lugar.



Desde que me conheço por gente aprendi a olhar o mundo de maneira diferente.

Via a vida acontecer de um jeito estranho, cinza e sem vida.

Mas isto não me fazia descolorida. Entrava em meu cantinho e fazia daquele instante algo inesquecível, vibrante, do jeito que eu gostaria de ver o mundo muito mais colorido.

Enquanto crescia percebia que todos enalteciam a dor e o amor coitado nem sequer uma menção merecia.

O tempo passou, a vida mudou e hoje depois de quase trinta anos, tudo continua como antes.

A notícia que impera é a da guerra, do massacre, sejam nos filmes vencedores pela sua imensa bilheteria, seja no desejo de saber a vida do outro, de viver no jardim alheio, esquecendo que o seu se deteriora a cada hora.

O mundo grita pelos muros da cidade "mais amor por favor" e mesmo assim apenas o terror é notícia.

Ninguém comemora a vida, ninguém enaltece o presente de estar de vivo, de ter um amigo, de ter com quer compartilhar algo conquistado, de vencer o que a vida trouxe como obstáculo.

Ao estudar as escrituras sagradas e se aprofundar na cabalá a gente entende que o corpo é uma mera carruagem que leva a nossa essência nesta breve viagem. A bagagem é o que toca, o que nos faz, o que transcende e eleva a alma.

A nossa missão é florescer onde Deus nos colocou, é fazer valer o amor, é vibrar a cada olhar, a cada laço que um abraço se faz.

Tudo bem, se passamos por provações, momentos de aprendizado de fé e coragem, mais um motivo para sermos plena luz em forma de um sorriso.

O que vejo? Rostos tristes que vagam pela rua em plena procura de algo maior.

Acredito que há momentos de choro, instantes de dor e a nossa função é transformá-los em amor, fortalecendo assim a união. Sozinhos somos apenas gotas pequeninas, mas juntos somos o oceano infinito...

É hora de mudar o olhar, de focar no amor, de vencer as limitações descobrindo na fé a coragem de ser e viver espalhando luz a cada passo neste mundo passageiro.

Que façamos de cada olhar um sorriso! :)

Tânia Gorodniuk





Nenhum comentário:

Um amor coragem...

O que me inspira e me faz flutuar Quando por algum motivo o chão se abre? Um amor coragem Um sentir que chega Abraça e aconchega ...