domingo, 29 de janeiro de 2017

Vida, uma estrada que se percorre e caminhando nos contruímos e fazemos um mundo diferente.


Vida uma estrada
Que não pede, manda, segue.

Enquanto a gente caminha
Sente, imagina, desenha e constroi.

Uma linha que nos leva em movimentos constantes
Curvas sinuosas
Em território desconhecido.

A cada passo uma surpresa
A cada toque um sentir
A cada olhar um aprendizado.

O que foi não é mais
Neste trem chamado tempo
O que fica é apenas a essência
Fruto de um sentimento.

Enquanto a gente caminha
Desenha a si mesmo
Descobre que a alma
Colori o coração.

O que nos faz?
O ser
O ter apenas permite
Ver nas mãos
O fruto de um desejo
A realização de um sonho.

Mas a bagagem maior
Cabe dentro
Pulsa forte
Enquanto nos move
Nesta estrada contínua que nunca acaba
Apenas muda o destino.



Tânia Gorodniuk






Nenhum comentário:

A arte de amar...

A arte de amar Requer desejo Vontade De estar presente Se sentir latente O mundo tocar dois corações em um só olhar. Amar requer ...