terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Um sonho que vibra a cada olhar...



A gente espera uma vida inteira por uma chance de tocar
O que por dentro sempre vibrou, amor.

A gente busca a cada amanhecer no sopro do vento
A força que nos faz.

A gente busca no horizonte o que vibra latente na alma
Mas o corpo ainda não vê, apenas sente.

A gente mantém viva a esperança
E como a criança, nutre um sonho que nos faz a cada dia
Um pouco mais.

O que a gente sonha?

Abraçar
Sentir no toque das mãos
O que vibra no coração.

A gente almeja tocar o amor em outro olhar
Sentir por fora
O que por dentro já não cabe mais.

A gente busca a cada segundo
Tocar o mundo
Que por dentro se faz,
A cada amanhecer
Num beijo solar
E adormecer nos braços da Lua
Nos fazendo sonhar
Até que um dia a magia aconteça
E o corpo toque a alma outra vez...



Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Mudar, nem sempre é sinônimo de prazer.

A mudança nem sempre é prazerosa. A gente tem medo de mudar Até que um dia Depois de um tempo A gente muda sem pensar Num silencioso m...