quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Projeto de vida, uma construção que poucos conseguem continuar e realizar.



Somos apressados, queremos tudo para ontem, mas o mundo não é assim.

É preciso saber desenhar, planejar, organizar, definir, programar e só depois começar a agir.

Para uma sólida construção, a base é tudo.

Fundamentar seus projetos em ações que ajudem toda uma comunidade.

Ter a preocupação com a saúde e segurança de quem vem junto.

Não somos nada sozinhos, na união possuímos o mundo.

Comece devagar e se errar, tudo bem, aprenda com o erro.

Ninguém diz: "vou errar", acontece. Serve para podermos parar e observar onde falhamos.

Utilize sempre bons materiais, o melhor conteúdo.

Uma obra bem feita, não é aquela que é imensa, mas aquela que tem histórias em cada detalhe.

Com o tempo você percebe que a trajetória da construção foi a sua melhor viagem, que a obra pronta é uma conquista, mas o que te fez foi cada dia em que o projeto se concretizava.

Muitos querem a obra pronta, mal sabem eles que o segredo está em sua construção. Que os detalhes revelam o muito que há em cada suor, em cada lágrima, a cada vez que o corpo grita de cansaço, a alma se alegra ao ver o fruto de um grande trabalho.

Faça do seu projeto de vida uma longa caminhada, repleta de emoções, paixões, conquistas, derrotas. Só quem caiu sabe é o que levantar, só quem chorou, sabe o valor de um sorriso.

É preciso viver cada momento para descobrir com o tempo o prazer maior da vida, viver sem medo.

Tire seu projeto da gaveta, aconteça!

Para o sucesso só é preciso deletar o  "e se" e usar "eu vou".

Coragem é o que a vida pede. Deixe que ela mostre o amanhã, limite-se a viver o hoje da sua melhor forma.

O mundo carece de gente que faz, que tenta, às vezes se arrebenta mas sempre com um sorriso no rosto, pela coragem de ter feito além do "e se".

Coragem + vontade = ação



Tânia Gorodniuk


Nenhum comentário:

Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...