sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Humanização, você pratica o que sente?


Humanização é a ação ou efeito de humanizar, de tornar humano ou mais humano, tornar benévolo, tornar afável.

Esta é a definição encontrada no dicionário, mas para você o que é humanização?

Numa era tecnológica que avança rapidamente, o homem anda se esquecendo de que ainda é humano, fazendo com que tudo se torne automático, robotizado.

Calma!

É preciso cautela, ainda não somos robôs.

Somos carne e osso, possuidores de um coração que pulsa, vibra e sente cada emoção.

Humanizar é manter nas relações o ato humanitário, os valores humanos em que o outro também vive e sente, assim como a gente.

Humanizar é compreender que o nosso mecanismo difere das máquinas, estas que interagem de maneira sistemática e previsível.

O ser humano é imprevisível quanto às suas atitudes e emoções, para tanto se faz necessário um estudo contínuo sobre autoconhecimento.

Humanizar é adequar toda e qualquer regra ao ser humano.

Não adianta sistematizar, querer seguir à risca um protocolo onde a vida muda a cada segundo, mostrando que tudo o que aprendemos ainda é pouco.

Quando se trata de vidas humanas não é possível ler um manuel e saber tudo, pois ela interage, se aprimora, evolui e transforma tudo o que um dia foi.

Agora já é passado no quesito aprendizado, é preciso estudar a todo instante o que no presente se mostrou diferente.

Uma peça feita de ferro será sempre de ferro, um ser humano será sempre uma incógnita para a ciência, ele não pára no tempo.

Mais humanização nas relações.

#maishumanização



Tânia Gorodniuk



Nenhum comentário:

Um amor coragem...

O que me inspira e me faz flutuar Quando por algum motivo o chão se abre? Um amor coragem Um sentir que chega Abraça e aconchega ...