terça-feira, 20 de setembro de 2016

Ser, viver, florescer...



Quem vê uma flor
Não imagina
O que se passa antes dela florescer.

É preciso tempo
Chuva
Sol
Tempestade
Adubo continuo
E depois de tudo isto
Nasce a mais bela
Um doce perfume que exala
A imagem que se perde
No toque suave da flor.

Quem vê um sorriso
Não sabe o quanto é preciso
Para que ele aconteça
Mesmo sem motivos
Mesmo sem razão
Mesmo em noites escuras
É ele que ilumina
É ele que direciona
É ele que mesmo sozinho
Busca e encontra o caminho.

Há dias que o corpo cansa
De exalar o mais puro sentir
De tentar tocar o que por dentro flui
De tentar ecoar em pleno deserto
O que no coração vibra.

Nestes momentos
A alma transcende
Sai em busca de alimento para o coração enfraquecido pelo tempo.

Como um vento
Num sopro
Algo invade o corpo
A mente respira
O coração se energiza
Voltando a vida.

O que o tocou?
A esperança do seu amor
Este que nunca cessa
Apenas silencia em instantes de dor.

Houve um tempo
Que a mente quis entender
Que o coração queria uma razão de viver
Hoje não mais...

Agora o que importa
É sentir no ar
O que ficou no tempo
O amor que flui no vento
Que toca quem deseja
Que beija quem busca
Que encanta
Quando se descobre
A vida além do olhar.

Quem vê um corpo
Lê uma parte
Quem sente a alma
Descobre a arte de um livro escrito através dos sentidos.


Tânia Gorodniuk








quarta-feira, 7 de setembro de 2016

O futuro pede SOCORRO!


Estamos criando pessoas preguiçosas
Seres que não querem pensar
Desejam tudo pronto
Como um resumo
A vida em cinco linhas.

Falo de uma forma geral
São jovens que hoje saem da faculdade sem o mínimo de conteúdo.
Um percentual bem pequeno alcança por esforço próprio a conclusão de 100% do curso.

O que teremos no futuro?

Médicos
Enfermeiros
Advogados
Professores
Empreendedores
Profissionais altamente desqualificados pela falta de estudo.

Como educadora vejo este número aumentar a cada dia
E como tudo começa?

Pais querendo mandar na educação básica
Impedindo que os filhos apreendam
Que raciocinem e por si só pesquisem.

Já na faculdade este ser agora mais maduro ainda vive às custas dos pais
O pai paga a faculdade
Compra o diploma e o filho sai graduado.

Agora pergunto: graduado em quê?

Eu mesma respondo:

Graduado em "171"
Em fazer as coisas com jeitinho.

Será que é a política somente que hoje grita?

Ou será que a educação básica anda sendo esquecida e quando se vê já possuímos uma população doente?

A educação começa em casa, se estende para a escola e continua na vida em sociedade.

Um alerta, aos pais, educadores, profissionais de todas as áreas, ou seja, um alerta para todos nós.


Tânia Gorodniuk




Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...