quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Novo ou velho? O que decide o que você é perante o mundo?



O que é novo?

O que é velho?

Novo é tudo o que chega e traz outros olhares, outros aprendizados.

Velho é algo antigo que apesar do tento perpetuar, eterniza com toda a sua sabedoria e experiência.

Baseado nestes conceitos como considerar um profissional novo ou velho?

Quando estamos na fase da descoberta entre os seus 18 - 20 anos dizem que precisamos de experiência para o mercado de trabalho, mas como ter experiência se não houver quem dê a primeira chance?

Com o tempo adquirimos maturidade, conhecimento e responsabilidades.

Já na fase dos seus 30 anos para frente somos considerados velhos, então pergunto: por quê?

Temos mais idade sim, mais experiência, mais vivência, um olhar mais focado, mais responsabilidade, mas estrutura para navegar.

Mesmo assim, não dá para generalizar, cada caso é um caso. Temos muitos jovens com uma mente travada e muitos profissionais maduros com uma mente mais avançada, típica para era tecnológica em que nos encontramos.

Ser ultrapassado para mim é alguém que não procura estudar o mundo, que não se preocupa com a vida lá fora, que não se vê nos olhos de outro ser, que não admite caminhar junto.

Uma pessoa nova é aquela que apesar do tempo não perdeu o movimento, se mantém ágil, continuamente aprende tudo o que chega, tem a capacidade de ver o mundo além e também tem a felicidade de adaptar-se a cada tempo sem perder a felicidade do momento.

O que é velho ou novo para você?

Somos o que vivemos, o que escrevemos ao longo da vida, o que fazemos com o nosso mundo.


Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Somos na união um só sentir.

Somos eternamente luz Num corpo que procura Incessantemente Uma alma nua Que se desfaz cada vez Que os olhares se encontram Que os...