terça-feira, 30 de agosto de 2016

Saudade é um amor que voou...



Saudade é um lugar onde só chega quem amou, que viveu e foi completamente feliz.

Saudade é um vento que sopra
Traz no ar o aroma
Da brisa que voou.

Saudade de um tempo eternizado
Nas ondas do sentir
Gravado na memória através do sentidos
Toques profundos
Aromas
Cores 
Sabores 
Abraços 
Sorrisos
Repletos de gostos
Que permeiam o corpo
E transcendem na alma.

Saudade a gente tem
Do que fez bem.

Do que nos fez melhores
Do que moldou o nosso olhar
Do que mostrou uma nova forma de amar.

Saudade é na verdade
Uma parte de nós
Um folha escrita a quatro mãos.

Enquanto a vida segue a gente toca no outro o que somos
E quando repentinamente quem amamos se vai
Leva um pedaço de nós
Deixando um pouco de si gravado no peito em sentimento.

Tem dias que tudo vai bem
Mas tem outros que a gente senta
Abre o livro das memórias e revive
O que nos fez
E o que hoje ainda nos faz ser muito mais.

Saudade é uma parte que voa
Com o tempo a gente compreende
Que somos todos pedaços
Que se unem no amor
Fazendo o presente
Desenhando um novo futuro.

Enquanto se tem saudade 
Se tem a certeza que valeu cada segundo
O que a gente viveu.

Tânia Gorodniuk




segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Meu coração é brasileiro, um hino na voz de um sentir...


Somos parte
Um pequeno pedaço
Que a cada olhar cria um laço
Que a cada toque se conecta
Que a cada sorriso completa
E forma uma nação.

Somos coração
Somos o choro que emociona
Somos o sorriso que encanta
Somos o abraço que aconchega
Somos um povo que beija.

Somos separados pela distância
Mas unidos pela força
Pelo amor que vibra
Pulsa e sorri
Em cores fortes que nos lembram
O que somos
Verde esperança natureza
Amarelo Sol luz
Azul água céu Universo
Branco a paz que mesmo em tempestade
Aqui se faz.

Somos um povo que carrega
No peito o desejo
Nas mãos a vontade
No olhar a coragem
No sorriso a alegria
De viver tudo a cada dia.

Somos um povo que voa
Mas quando precisa aterriza
Cria vida onde pisar.

Somos juntos
Somos todos
Somos a nação que grita
Quando a bandeira agita
Iluminado o coração
Somos brasileiros
Somos um povo que nasceu para ser feliz e amar
Simplesmente por existir e estar aqui.

Quando encontrar um brasileiro
Cuidado!
Você pode se apaixonar
Ao perceber no olhar o que é ter um coração verde e amarelo.


Tânia Gorodniuk




sábado, 20 de agosto de 2016

Um doce despertar...



A vida é tão passageira
Um aprendizado tão rápido
Que a gente esquece
De todo o cuidado que a alma perece.

Somos um corpo em movimento
Somos um espírito em transição
Somos um coração que eterniza
A vida em outra dimensão.

O que levamos?
O que cabe por dentro
Em toques profundos
Através dos sentidos
No toque dos sentimentos.

Somos o que nos toca
E por dentro provoca uma reação.

Quem coordena o que fica
O que cabe
E eterniza
Somos nós
Designando a importância
O valor da nossa essência
Fruto de uma criação.

Quem somos?
Eternas almas aprendizes
Num corpo em evolução.

O mais importante é saber que somos imperfeitos
Mas com o direito de tentar sempre
A cada amanhecer.


Tânia Gorodniuk





quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Novo ou velho? O que decide o que você é perante o mundo?



O que é novo?

O que é velho?

Novo é tudo o que chega e traz outros olhares, outros aprendizados.

Velho é algo antigo que apesar do tento perpetuar, eterniza com toda a sua sabedoria e experiência.

Baseado nestes conceitos como considerar um profissional novo ou velho?

Quando estamos na fase da descoberta entre os seus 18 - 20 anos dizem que precisamos de experiência para o mercado de trabalho, mas como ter experiência se não houver quem dê a primeira chance?

Com o tempo adquirimos maturidade, conhecimento e responsabilidades.

Já na fase dos seus 30 anos para frente somos considerados velhos, então pergunto: por quê?

Temos mais idade sim, mais experiência, mais vivência, um olhar mais focado, mais responsabilidade, mas estrutura para navegar.

Mesmo assim, não dá para generalizar, cada caso é um caso. Temos muitos jovens com uma mente travada e muitos profissionais maduros com uma mente mais avançada, típica para era tecnológica em que nos encontramos.

Ser ultrapassado para mim é alguém que não procura estudar o mundo, que não se preocupa com a vida lá fora, que não se vê nos olhos de outro ser, que não admite caminhar junto.

Uma pessoa nova é aquela que apesar do tempo não perdeu o movimento, se mantém ágil, continuamente aprende tudo o que chega, tem a capacidade de ver o mundo além e também tem a felicidade de adaptar-se a cada tempo sem perder a felicidade do momento.

O que é velho ou novo para você?

Somos o que vivemos, o que escrevemos ao longo da vida, o que fazemos com o nosso mundo.


Tânia Gorodniuk




quinta-feira, 11 de agosto de 2016

A vida ecoa na frequência em que se vibra. Atos tornam-se ondas, ecoando sem parar...



Não sou ninguém que possa dizer aos outros o que fazer,
Mas ultimamente ando triste vendo o que se compartilha na internet. 

Alguém já ouviu falar da lei da atração? 

Quanto mais se fala e pensa sobre algo ele se materializa.

Então por que não mudar o foco para coisas que realmente construirão algo melhor? 

Se existem pessoas que na falta do que falar falam coisas que não deviam, não deveríamos aumentar ainda mais o seu ibope e endossar a sua palavra. 

Para esta semana uma reflexão: MUDE O FOCO! 

Transforme o pensamento, reverta o assunto.

Os principais gênios não entravam em disputas eles faziam acontecer de um modo com que os outros mudassem a sua maneira e percebessem que estavam fora de sintonia.


Problemas há em todo lugar.


Faça diferente, inverta a situação, pontue uma solução e mãos à obra.


Vibre luz, seja amor em prol de um bem maior.



Tânia Gorodniuk




domingo, 7 de agosto de 2016

O amor quando chega, insiste, persiste até eternizar vida em outro olhar.



Às vezes o que há entre dois corações
É apenas algo imaginário
Uma porta que se coloca por proteção
Medo de sofrer
Medo de deixar o sentir fluir.

Mas o amor é mais forte
Insiste
Persiste em ficar
Vibra com tudo
Aos poucos move o que o separa
Então num toque preciso
Os corpos se tocam
Se sentem
Ousam descobrindo juntos
O maior poder
Que é o amor.

Numa dança sincronizada
Alma, corpo e coração
Voam juntos na emoção.

Deixam a cada passo
A melodia fluir
Guiar os seus passos
E neste doce compasso
Envolvem
Laceiam
Sentindo na pele
O que toca e provoca por dentro
Um doce sentimento.

Não dá para esquecer
Tão pouco negar
O amor quando chega
Arrasa
Permeia
Escreve
Eterniza a vida em outro olhar.


Tânia Gorodniuk



terça-feira, 2 de agosto de 2016

Ninguém te ensinou a ser alguém e doar o que possui.


Ninguém te ensinou o dom do amor
Mas com o tempo você aprendeu
A tocar o coração num sorriso
A olhar o mundo com sentimento.

O tempo passou
E você deixou de lado a sua essência.

Hoje com tanta prioridades
Você esqueceu o que realmente importa
Enquanto a vida sopra.

Temos hoje um mundo altamente tecnológico
Mas sem sentidos
Sem toques únicos
Estes que eternizam o tempo dentro da gente.

Quer um exemplo?

Qual foi a última vez que abraçou por amor
Que sentiu seu coração tocando outro sem pressa?

Um abraço de amigo
Um abraço de mãe
Um abraço de pai
Um abraço de irmão
Um abraço de quem hoje te faz.

Quando você sentou perto de um ente querido
E o olhou em silêncio
Relembrou o que ele para ti significa
E num sorriso tocou a sua alma?

Quando por um instante apenas
Você agradeceu a grandeza do que possui dentro do coração?

Coisas que a gente guarda ao longo do tempo
E só se lembra quando voa um sentimento
Quando a gente se sente sem chão.

Quando foi a última vez que olhou para dentro
E conversou consigo mesmo?

Perdoou-se por ser humano
Valorizou a sua trajetória
Enumerou suas qualidades
E transformou o que ainda falta aprender?

Quando foi que abriu o baú do seu querer?

A gente passa a vida correndo
Num belo dia
O tempo nos pára
E a gente percebe que tudo passou
Mas só o que doamos permaneceu
No meu, no seu, no nosso eu interior
Uns dizem no coração
Outros na alma
Eu digo que é na luz que nos permeia
Ilumina e nos faz.

Hoje por um momento
Observe quem ama
Quem te quer bem
Diga o que sente
O quanto sente.

A vida é curta para quem sente e vive o presente
É longa para quem sente saudade de um tempo que passou
E esqueceu de dizer o quanto o outro era importante.


Tânia Gorodniuk




Amor de avós, Feliz Dia dos Avós!

Amor de avó Amor de avô Que gostoso que é Dizem que são pais duas vezes. Avós brincam... Coisas de avó: Crochê Tricô Bordad...