terça-feira, 19 de julho de 2016

Lua cheia permeia e liberta o que te pertence...



É noite de Lua Cheia
E como sempre ela ilumina
Permeia o meu ser.

Hoje foi diferente
Ao invés de me fazer falar
Ela simplesmente silenciou o meu interior.

Eu senti em sua luz a paz
O aconchego sem palavras
Apenas toques profundos e mudos.

Lua que interage a cada aparição
Sem pedir licença toca
Atravessa por dentro
Abre portas
Faz do vento sopro
Faz do corpo morada
Faz a alma voar
E o coração se entregar...

Lua cheia
Que chega suavemente e permeia
Me faz tua
Quando meu corpo desnudo
Liberta a alma que somente tu possui.


Tânia Gorodniuk





Nenhum comentário:

Somos na união um só sentir.

Somos eternamente luz Num corpo que procura Incessantemente Uma alma nua Que se desfaz cada vez Que os olhares se encontram Que os...