sexta-feira, 3 de junho de 2016

Pelo amor à Língua Portuguesa.




Em plena era tecnológica onde a informação chega rapidamente em nossas mãos, ainda encontramos falhas na escrita seja onde for.

E não é por falta de estudo, mas sim falta de observação, falta de leitura, falta do uso correto na própria linguagem cotidiana.

Falar correto é premissa básica, não é preciso ser um intelectual com palavras difíceis, apenas o bom uso já está bom.

O uso do plural corretamente, a preocupação em escrever a palavra certa, a concordância na frase, só isto já basta.

Deixe o "e aí blz?" para um contato mais pessoal e não em rede onde todos te observam.

Não vou nem entrar no âmbito dos palavrões, estes denigrem só de olhar.

Você pode usá-los verbalmente entre amigos, mas na escrita NÃO!

Eles tomam uma proporção IMENSA na escrita, garanto não muito favorável para quem escreve.

Pergunte-se:

Você contraria um profissional que não se cuida?

Não é só o externo que conta, estar bem cuidado é estar com uma linguagem simples porém adequada, sem erros na pronúncia ou na concordância.

#ficaadica



Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

O amor vai mantê-lo acordado toda a noite...

Às vezes tentamos fugir de nossos próprios pensamentos E esquecemos que por um momento o nosso subconsciente trabalha sozinho independ...