quarta-feira, 22 de junho de 2016

Notas sobre mim...




Por gostar de simplificar
Me torno complicada aos olhos de quem me vê
Culpa do amor
Que a cada dia encontra espaço
Se aconchega
Vira flor
E semeia por onde eu for.

Já tentei ser uma parte
Um pedaço
Metade
Mas não consegui
Sou inteira em verdade no sentir.

O que fazer com tanto alvoroço dentro de mim?

Tirar o Sol para dançar a cada amanhecer
E a noite voar na luz das estrelas
Até a alma encontrar o que no corpo permeia.

Notas sobre mim
Sol sempre
Luz eternamente...


Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Reconhecer...

Reconhecimento Não é algo que chega Mas sim algo que a gente descobre por dentro. Reconhecer requer autoconhecimento Requer um mome...