segunda-feira, 27 de junho de 2016

Na liberdade de ser a gente voa...



Para querer voar
Não basta apenas ter asas
É preciso querer sair do chão
E se desprender de valores que te aprisionam.

Para voar é preciso querer
Seguir rumo ao horizonte
Encontrar o desconhecido
E aprender um pouco mais.

A gente voa
Quando entende
Que o que nos prende
É o peso que a gente carrega
Valores que não nos pertencem
Mas a gente guarda desnecessariamente.

Fique leve
Jogue para fora o que não te faz
Permita que o vento sopre
Deixe que o coração diga
Por onde tem que seguir.

Solte a mente
Liberte a intuição
E voe.

Deixe que a vida diga
O melhor caminho
Crie o melhor destino
E te faça feliz
Na liberdade de ser, você!


Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Felicidade é um sorriso!

Lá fui eu viajar nas ondas do sentir... Há vinte anos atrás Morei em Moema Logo depois que casei O Bruno, meu primeiro filho, prati...