sábado, 28 de maio de 2016

Um amor de almas


Um vento trouxe
Um sentir sem dono
Um pulsar sem rosto
Um toque sereno, gostoso
Tão doce...

Me entreguei às ondas de prazer
Deixei o corpo sentir
A mente se envolver
Ousei seguir o meu querer.

Um amor de almas toca sem encostar
Aproxima distâncias sem chegar
Encanta enquanto a mente sente ao longe
O que faz o toque bem perto.

Quem acredita que o amor é apenas corpo
Mal sabe o gosto que a mente sente
Quando as almas se tocam
Em pleno tempo presente.

Amor é um sentir
Que flui entre mundos
Que toca profundo
Mostrando que a vida é mais além.

Um amor de almas é assim

Quem toca eterniza
Quem sente não esquece
Quem vive quer sempre mais...


Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Pare, escute o teu coração e siga...

Às vezes é preciso silenciar por dentro Para ouvir ao fundo um sentimento. Pare Escute o teu coração  E siga na emoção. Vi...