terça-feira, 15 de março de 2016

Linkedin é puro movimento.



Fui convidada para participar da 3ª Edição Conexão Empresarial pelo Ricardo Cancela através do Linkedin.

http://www.conexaoempresarial.com/

Uma ótima oportunidade de estreitar laços, conhecer de perto quem a gente admira ao longe pelo trabalho, garra e dedicação.

A gente sempre "não espera", acredita ser um evento a mais dentro os milhões que a gente vê e participa.

Como sempre adoro que a vida me surpreenda e desta vez não foi diferente.

O evento ocorreu hoje no Shopping Iguatemi Alphaville às 7h30 da manhã.

Cheguei cedo por volta das 7 horas, algumos convidados já circulavam pelo local. Fiquei ali num canto observando passo a passo. Me aproximei de alguns, conheci suas histórias e mais uma vez comprovei que o nosso país é rico na diversidade, na vontade, na coragem em fazer acontecer.

Me senti agradecida por mais uma vez a vida me encantar.

Por volta das 8 horas começaram as apresentações e os debates dos participantes.

Pairava no ar em todo o ambiente a alegria, a felicidade em unir pessoas para uma troca interativa de ideias, vivencias, inovação e empreendedorismo.

Vale salientar a energia que contagia do Ricardo Cancela, da Lurdinha Capobianco e toda a equipe ali presente.

O humor inteligente do Paulo Veronezi abrilhantou ainda mais o evento, um comunicador nato faz com que a platéia se una ao todo formando um só.

A primeira convidada Monica Vilah deu um show de garra, competência e inovação, mostrou que quando se quer não há espaço delimitado, não existe lugar para esse ou aquele, quando há habilidade e um querer se vai longe.

Logo após abriu-se a mesa de debates com quatro feras: Rodrigo Cartacho, Tiago Dalvi, Rodrigo Abreu e Armindo Mota Júnior.

Todos mostraram num bate papo gostoso o que realmente acontece ao empreender, colocar uma ideia em ação.

Não existe sucesso sem troca, é preciso cercar-se dos melhores.
Escolha pode parecer uma dificuldade, mas muitas vezes é a melhor solução.
Aprender a falar não e ouvir um não.
O mundo hoje é puro movimento, tem de haver uma ação rápida, ter a ideia e executar logo em seguida.

Uma questão colocada por um participante:
- Como equilibrar vários pratos de uma só vez? Como não deixá-los cair?

A resposta foi fenomenal:
- Aprenda a construir um avião, dirigindo e voando nele.

É disto que o mundo empresarial precisa "VIDA".

A vida não é coordenada, simétrica. Quando bate um vento adeus planejamento.

Hoje o mundo pede alguém que viva em pleno mar como se estivesse em terra firme.

No segundo bloco tivemos um relato da experiência de vida do Hélio Contador que mostrou através da sua trajetória o quanto a vida é movimento, o quanto a gente escolhe a cada momento e estas escolhas escrevem o nosso futuro.

O Hélio juntamente com a Erica Ariano apresentaram um pouco  da Neurociência o estudo da mente e toda sua interação direta com as nossas escolhas diárias.

Na outra parte tivemos o Eduardo Camargo e o Ricardo Pelegrini que colocaram a vivência de duas empresas completamente diferentes mas que estão na mesma direção, unir ideias, agregar valores, trazer os colaboradores para mais perto, que caminhem juntos na construção de um mundo melhor.

A participação especial do Ruy Shiozawa, como ele mesmo citou "rápida" porém marcante, salientou que o sonho é possível e quando se quer ele se concretiza.

Para fechar a manhã Diego Martins provou pela sua história que uma pitada de loucura faz toda a diferença. Que é exatamente nos momentos conflitantes que a luz surge, as ideias aparecem e o nosso melhor acontece.

Foram cinco horas de imersão num mundo normal, natural, movimentado, conflitante, inesperado, encantado.

Não estou falando algo mágico, estou relatando a vida, esta que interage, impulsiona, vibra, aquece, congela, freia, acelera, esta energia que nos move, que nos aproxima de quem faz o nosso melhor transbordar.

Adorei a colocação do Alexandre Borin, que deu seu testemunho quando participou da primeira edição e hoje faz a diferença:
- Que a gente não perca o contato humano, o toque das mãos, o olho no olho, é isto que faz o mundo acontecer.

Fecho com esta belíssima frase, que a gente não perca a troca, a união, a interação, a energia que a vida traz cada vez que a gente se encontra só para conversar sobre o que sabe, sobre o que fez, o que deu certo e o que ainda não compreendeu.

Parabéns aos organizadores, aos patrocinadores, aos participantes pela iniciativa. Quem venham outros e outros eventos como este, que nos encantem e nos motivem a continuar.

Obrigada!


Tânia Gorodniuk


Nenhum comentário:

Quando a vida decide ensinar, vale qualquer hora, qualquer lugar.

Quem me conhece sabe O quanto a vida me toca Provoca um sentir e me faz voar muito além do horizonte. Era apenas uma manhã comum O d...