quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

É noite apenas...



É noite apenas
O corpo repousa serene
Enquanto a alma desprende e voa...

A mente viaja ao som do sentidos
Afinal é no silêncio da noite que tudo acontece
Dentro de mim.

Quando a alma voa
Abrem-se portas e janelas
Venta por dentro
Pleno sentimento.

A mente tenta coordenar
O que não é possível explicar
Tudo em vão
Uma vez que quem comanda é o coração.

Durante o dia
A razão predomina
Mas ao anoitecer
É a emoção que pede para viver.

É noite apenas
É quando tudo aflora
Para dizer que hora de ser feliz!


Tânia Gorodniuk




sábado, 5 de dezembro de 2015

Homenagem ao "Chef"



Quem é o Chef?

É aquele que procura através dos sentidos
Transformar
O que vibra no olhar
O que aproxima no aroma
O gosto que apetece e sacia um doce desejo
E faz do prazer seu melhor agradecimento.

Um chef cria
Imagina
Sente
Como se fosse a gente
Ele olha e intui
Saboreia junto
Um sonho que nos faz.

O alimento é mero cenário
Quando o significado se esconde no toque que chega
E levemente beija o corpo no gosto
A alma no sentir.

Que voo
Que magia
Que alquimia!

Voilá!

Para cada gosto um sabor diferente
Os ingredientes são simples
Mas a magia final e ele que dá
Um toque especial
Que a gente jamais esquece.

Parabéns e obrigada
Por fazer da comida uma jornada
Uma viagem que segue para sempre
Quando um vento traz
Um cheiro que nos faz voltar no tempo
E relembrar um doce momento.

Uma homenagem a quem faz a magia perpetuar através do aroma, da cor e do paladar.
 




Tânia Gorodniuk




Quando um vento direcionou o olhar para um sentir...

Ninguém foge do destino O que está marcado para acontecer, um dia acontecerá. Num instante de luz A alma voou Levou no sentir o ...