segunda-feira, 7 de setembro de 2015

A vida é um mar de informações...



A vida é um mar de informações
Soltas pelo Universo
Dispersas nas mais diversas formas:
Jornais, canais de rádio e TV, internet, cinema, revistas, panfletos entre outros.

Hoje se vive uma avalanche de informações
Algumas sem nexo
Sem fundamentos
Apenas jogadas ao vento
Com o intuito de dispersar a atenção.

Não podemos nos ausentar das tecnologias que avançam dia após dia
Mas podemos sim selecionar o que queremos para a nossa vida.

Há cinco anos decidi ser eu mesma, ter o controle do que entra em minha mente.

A celebridade do momento é a dona "Crise" desculpem, mas a desconheço, e não tenho o hábito de falar com desconhecidos.

Juntamente com a decisão de controlar o que entra ou sai de minha casa, ou seja, a minha mente, descobri o bem mais valioso que possuo: o meu tempo.

Uso-o da melhor maneira, produzindo sempre, estou em constante processo de criação, aprendendo coisas novas, desenvolvendo outras, trazendo mais ferramentas para a minha maior produção: minha vida.

Certa vez numa palestra ouvi a seguinte frase: "tudo está solto no Universo, pega quem quer."

Se eu posso escolher, que seja algo que me auxilie em minha trajetória, que agregue valores.

É preciso cuidado com tudo o que se ouve, vê e lê. Tudo tem vários lados, às vezes temos acesso apenas a um desses lados e a história completa engloba os outros.

O ser humano adora viver a vida alheia, assim não precisa pensar na sua. Pensar cansa, gera trabalho e se for a nossa, haja transformação.

Autoconhecimento é quando silencio a mente para escutar o que há latente dentro de mim, medos, incertezas, sonhos, rancores, desejos...

Ao analisarmos o tamanho da bagagem poderemos decidir o destino e por qual caminho seguir.

Nestas idas e vindas me tornei leve, levo na bagagem apenas o que me faz, o necessário para ser.

Tenha o controle de sua vida e escolha você mesmo seu destino, você pode!

Você quer?



Tânia Gorodniuk


Nenhum comentário:

Um amor coragem...

O que me inspira e me faz flutuar Quando por algum motivo o chão se abre? Um amor coragem Um sentir que chega Abraça e aconchega ...