quarta-feira, 22 de julho de 2015

Senta, escuta e sente...



Olá!

Quer me conhecer?

Então vem, senta, escuta e sente.

Sou uma alma
Num corpo de mulher
Que sente
Deságua tudo o que quer.

Quem sou?
Uma luz divina
Que recebeu a chance de sentir
Através dos sentidos
A vida fluir
Dentro de si.

Como me conecto?

Simples.
Me aquieto no ninho
Um lugar de terra
Repleto de árvores,
Flores,
Pássaros
Um parque que tenha vida em constante movimento.

Me sento
Fecho os olhos
Sinto o vento
Silencio por dentro
Solto a alma no ar.

Assim fico por segundos,
Minutos, horas...
É inexplicável o prazer
Não há desejo de se mover
Só para que o mundo não deixe
Este momento único se perder.

Vim ao mundo com este dom
De sentir além do olhar
De ver além do horizonte
De perceber o que há de chegar...

Sinto a cada segundo
Um mundo
Sinto a cada toque
Uma energia
Sinto o que muitos não percebem
Porque não aquietam o seu eu interior.

Todos podem sentir,
Ver e tocar
Basta permitir por um instante
Silenciar.

Sou
Um vento que sopra
Um suspiro que se faz
Uma flor que ilumina
Uma vida com sabor de quero mais.

Sou e enquanto sou
Vivo
Aprendo
Prossigo
Levo comigo o que toca
Eternizo nos sentidos
A história de minha alma.





Tânia Gorodniuk



Nenhum comentário:

Autoconhecimento, é um constante movimento.

Autoconhecimento, é um constante movimento. É um nascer e morrer É um sorrir e chorar É um dormir e despertar É um renascer constan...