quinta-feira, 30 de julho de 2015

Desapega!



Desapega
O amor tudo liberta.

O que a gente prende não rende
Não floresce
Não vive.

A vida corre solta
Voa livre
E como pássaro vive
Se encantar, pousa
Se fizer bem, fica.

Deixe a vida livre no Universo
O que for seu, fica
O que for para acontecer, acontece.

Deixe o tempo passar
O vento soprar
Viva apenas livre
Sem pressa...

Desapega!


Tânia Gorodniuk






Nenhum comentário:

Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...