quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Somos vários personagens em um só ser.



Somos a arte da criação
Somos vários personagens em um só ser.

Ao amanhecer desperta o guerreiro
No decorrer do dia outros surgem
Conforme o movimento
Sábio, cientista, médico, professor...

Quando a noite chega
É hora de despir as armaduras
Se entregar à emoção
Sentir além do olhar
Deixar aflorar
O que esteve contido
Enquanto a razão precisava acontecer
Hora de ser simplesmente você.

Desprender os pés do chão
Dar asas à imaginação
E voar alto
Sonhar até onde o coração alcançar.

Somos a mistura
O equilíbrio
A sanidade e a loucura
Em um corpo contido.



Tânia Gorodniuk


Nenhum comentário:

Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...