quinta-feira, 15 de junho de 2017

Um amor para eternidade...



Eu sei
Amei demais
Senti além
Busquei com tudo
O que me fazia bem.

Saí em disparada
Tentando descobrir
Como
Onde
Quando
Porque
Havia um sentir
Um querer
Além de mim
Algo que ao longe
Tocava o meu ser
Algo que me fazia viver
Feliz!

Como eu amei
Cada passo
Cada descoberta
Cada sentido
Que vibrava
Pulsava
Pulava
Dentro de mim.

O tempo passou
E eu esperei
A vida trazer
O que me fazia sorrir.

O mais engraçado
É sentir
Depois de tanto tempo
O amor em mim.

O vento traz um sopro
A imagem toca um sonho
E num instante
Tudo volta
A tocar outra vez.

Num destes momentos
Descobri
Que não posso esquecer
O que ainda vibra
Mas posso deixar
Que o tempo se encarregue
De conter este sentimento
E que um dia
Eu entenda
O que chegou de surpresa
Me levou ao passado
Trazendo ao presente
Uma lição de amor.

Tem amor de verão
Tem amor de passagem
Mas tem aqueles
Que duram pela eternidade.

Tânia Gorodniuk







Nenhum comentário:

Me apaixonei quando voei...

Me apaixonei quando libertei minhas asas e voei... A vida é puro vento Sentimento que sopra Emoção que abre a porta e nos faz. Pai...