domingo, 27 de julho de 2014

Quando o querer é maior que o medo.



A vida só vale
Com frio na barriga
Com desejo sem medo
Com vontade além do olhar...

Somente a maturidade permite
Ousar sem culpa
Pagar mico e ainda sorrir
Bem que disseram que a vida
Começa aos 40
Depois desta idade
A gente se permite ser feliz
Mesmo atirando no escuro
Mesmo se atrevendo por um talvez.

O que se leva desta vida
Além dos sentidos?

Que as loucuras sejam sempre companhia
Que o frio na barriga seja o guia
Que os repentinos sorrisos surpreendam a cada curva
E mesmo que a gente caia
Que se esborrache de rir.

A vida vale quando apesar de tudo
Fica algo bom para lembrar e sorrir.



Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Muito se fala e pouco se faz...

Em silêncio observo o que as pessoas postam, falam, interagem e se expressam. Hoje muito se fala e pouco se faz. Falta estender uma ...