domingo, 25 de maio de 2014

Serei sempre a primeira a chegar...



Serei a primeira a amar
Mas quando sentir
Serei a primeira a partir.

Não quero incomodar
Muito menos ser espinho
Pedra no caminho
Nem tudo é normal
Nem tudo agrada
É preciso aprender a hora certa
O momento exato de agir
Falar, silenciar
Ir ou parar
Seguir ou ficar...

Com o tempo aprendi
Que o óbvio nem sempre é óbvio
A mim cabe entender o que sinto
A vida é uma estrada de mão dupla
Eu emito e recebo
Eu recebo e replico
Assim o Universo segue.

Somos todos diferentes
Que estamos por aqui para aprender
Aprender que é na diferença que se edifica o ser.

Eu aprendo com você
E você aprende comigo.

Deveria ser assim
Mas nem todos compreendem
Captam na hora a lição
Por isso às vezes passamos pelo mesmo outra e outra vez
Até aprender a ser.

Eu sei que eu tenho um jeito diferente
Capto tudo num sentir
Seja um olhar, uma palavra ou até mesmo no nada
Sinto algo em mim.

Se algo toca eu voo
Sigo o meu coração
Quando silencia
Paro e freio a minha emoção.

Somos todos diferentes
Nos cabe o respeito,
A educação e o amor
Em qualquer lugar
O resto a gente conquista aprendendo sempre com a vida!



Tânia Gorodniuk



Nenhum comentário:

Mudar, nem sempre é sinônimo de prazer.

A mudança nem sempre é prazerosa. A gente tem medo de mudar Até que um dia Depois de um tempo A gente muda sem pensar Num silencioso m...