sexta-feira, 13 de setembro de 2013

O tempo ensina que esperar faz parte da colheita



Com o tempo a gente aprende
Que o que encanta
Toca a alma
Faz o coração vibrar
E o corpo sorrir.

Com o tempo a gente aprende
A jogar palavras fora
Quando os gestos dizem tudo.

Com o tempo a gente aprende
Que o silêncio mesmo mudo
Toca fundo...

Com o tempo a gente aprende
A mudar portas de lugar
A abrir janelas para arejar.

Com o tempo a gente aprende
Que nada o acelera ou atrasa
Ele, o tempo
Sabe a hora certa de chegar.

Com o tempo a gente aprende
Que a verdade não existe
O que há são formas diferentes de viver.

Com o tempo a gente aprende
A entender o que vê
A sentir o que não vê
E a andar sem chão.

Com o tempo a gente aprende
O que é perdão
O que é amor
E onde está a paz.

Com o tempo amigo
A gente entende
Que o Universo
Está dentro de nós.

Que o que a gente procura
Sempre esteve
Num lugar chamado
Coração.

Mas só com o tempo
A gente descobre tudo isso
E quando percebe
A vida se refaz
Trazendo o que a gente perdeu
Ao longo do tempo
Pensando que a vida
Era fora de nós.



Tânia Gorodniuk

Nenhum comentário:

Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...