terça-feira, 6 de agosto de 2013

À noite a mulher vira menina



À noite
A mulher vira menina
E mergulha na magia
De um lindo sonhar.

Ao amanhecer
A menina vira mulher
E vai viver tudo o que sonhou.

Enquanto menina
A magia se faz
Enquanto mulher
A realidade ilumina.

A vida existe
Na junção das duas
Enquanto uma sonha
A outra realiza
Uma emoção
Outra razão
O sentir equilibra
A alma e o coração
E neste doce balanço
Eu alcanço
A felicidade!

Tânia Gorodniuk



Nenhum comentário:

Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...