segunda-feira, 15 de julho de 2013

Homenagem ao Dia Nacional do Homem




Homem
Um ser bruto, fechado
Um diamante ainda não lapidado.

Sente
Mas não conhece os sentidos
Briga consigo
Quando os sentimentos insistem
Em tirar-lhe a atenção.

Um ser prático, direto
Com ele não tem meio
Nem mas,
Ou é ou não é.

Mas por trás de toda esta couraça
Há um coração doce
Que necessita de mãos precisas, suaves
Para tocar
Com carinho
Cuidado
Para que ele se abra
E não volte a se fechar.

Quando ele descobre o amor
Se perde no olhar
A atenção foge...

Homem um ser diferente
Que sente e expressa de modo estranho
Pois foi criado
Para ser forte
Para conquistar
E cuidar do seu reino.

Por isso digo
Deus é perfeito
Fez o homem à sua maneira
E a mulher sua companheira
Juntos formam uma dupla
Dois inteiros que se completam
Evoluem
E vivem a felicidade constante.

Homem você é assim
Isto faz de você um ser divino
Um ser para ser amado
E para amar também.

Estamos todos aqui para aprender
Aprender a amar
E ser a cada dia um pouco melhor
Mais sábio
Mais feliz!

Parabéns à todos que cultivam
O carinho, o afeto e a arte de amar.



Tânia Gorodniuk


Nenhum comentário:

Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...