quarta-feira, 8 de maio de 2013

Reencontro de almas


O reencontro de almas acontece
Quando há um sentir
O corpo sente
A presença neste toque
De algo diferente.

Você não sabe a história
Mas a alma guarda fragmentos
De algo que passou
Um amor que tocou fundo
Moveu o mundo
Num único sentir.

Que haja sempre um amor guardado
Um sentimento que vibrou o corpo
Numa doce energia
Trazendo a magia para um coração.

Ah, como é bom sentir
Em cada toque
Um sentir que interage
Sem razão
Sem porquê
Apenas para te fazer sorrir
Direto da alma
Uma canção de amor
Que vibra
Toca
Por onde for.


Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

Autoconhecimento, é um constante movimento.

Autoconhecimento, é um constante movimento. É um nascer e morrer É um sorrir e chorar É um dormir e despertar É um renascer constan...