quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Feliz Dia do Músico!



É preciso sentir
Ter a sensibilidade aflorada
Para perceber
Nos sentidos
As notas musicais.

Ouvir
Sentir
Entender a linguagem
E colocar num toque
Tudo o que sentiu.

O músico cria
Estuda a voz do coração
Trabalha a emoção
E traz a sensação
Para o corpo da gente.

Parabéns
A quem decodifica o sentir
E o traduz em diversas melodias.

Feliz Dia do Músico!

Tânia Gorodniuk




segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Pessoa de Fibra




Pessoa de fibra
é aquela que não esconde o que sente
seus medos
seus receios
é aquela que fala e age conforme o que diz
é aquela que não tem medo de ser feliz
é aquela que aceita como é
e se ama muito.

Pessoa de fibra
Tem um doce molejo
Move-se de acordo com o vento
E dança conforme a melodia
Pessoa de fibra
Sorri mesmo na dor
Porque sabe
Sorrindo onde estiver
Haverá luz
E esta cuidará do coração.

Pessoa de fibra
Encanta
Pessoa de fibra
Ilumina
Pessoa de fibra
Um ser que é forte por fora
E macio por dentro
Age para a conquista
E se deleita na emoção.

Pessoa de fibra
Liga os pontos
Constrói pontes
Encontra caminhos
Desata os nós...

Pessoa de fibra
Aprende todo o dia
Porque sabe
Que no amanhã
Haverá novas lições.



Tânia Gorodniuk

sábado, 17 de novembro de 2012

Cinto de segurança obrigatório!



Uma história real:

Era começo de ano estava no meu primeiro emprego, um cursinho preparatório para vestibular.
Trabalhava no controle das listas de aprovados nas faculdades. Meu chefe pediu para buscar uma lista na Faculdade em São Bernardo do Campo juntamente com o motorista da empresa. Na volta ao parar no semáforo para pedestres o carro que vinha atrás não conseguiu frear e bateu na traseira. Estava com o colo repleto de listas, no impacto bati a cabeça no vidro. Sem o cinto de segurança o meu corpo curvou-se totalmente para frente. Na hora senti uma forte dor de cabeça, o acidente ocorreu em frente a um Pronto Socorro. Fui até lá, deram apenas um analgésico e me dispensaram.
No dia seguinte não conseguia engolir nada, doia a garganta. Meu pai me levou ao hospital e lá diagnosticaram uma pequena lesão na área cervical, usei coleira imobilizadora por meses. O médico deu os parabéns para o meu pai e disse: "sua filha nasceu novamente". 
Não vi o carro depois da batida, era um Uno Mille, meu pai relatou que o carro ficou pela metade, do porta malas até o banco do motorista, o carro sumiu. Quem viu o carro não imaginaria que alguém saiu vivo deste acidente, só por milagre!
Na época com apenas 18 anos, jovem, começando a vida, sem conhecimento, fui imprudente. 
Realmente aconteceu um milagre por eu estar sem o cinto de segurança, poderia ter quebrado o pescoço e ter terminado ali a minha história.

Passados alguns anos, morava em São Roque, tinha acabado de dar à luz a minha segunda filha em São Paulo. Ela ficou internada após o seu nascimento, como tive alta fui para casa buscar algumas roupas e retornar a SP para ficar com ela. Na estrada havia uma pequena subida, e ao passar tivemos que brecar bruscamente pois havia uma fila de carros parados à frente. O carro que vinha atrás não conseguiu parar a tempo e bateu no nosso carro, desta vez eu estava de cinto de segurança e evitei um acidente. Pedi desculpas ao motorista e expliquei que estava a caminho do hospital para ver minha filha recém-nascida, eu ainda estava com a pulseira de identificação do hospital. O motorista solícito entendeu e trocamos os telefones para posteriormente conversarmos sobre os carros. 

Hoje educo os meus filhos sobre a importância do uso do cinto de segurança tanto no banco da frente quanto no de trás, sempre! Pode ser um quarteirão apenas, sempre com o cinto de segurança. Um acidente acontece nas horas mais inusitadas e nem sempre se está em excesso de velocidade.

Cuidado sempre, no volante atenção máxima!

Tânia Gorodniuk




quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Hoje acordei assim...





Hoje acordei assim, criança...


Repleta de esperança
Com vontade de voar
Cheia de vontade de brincar com a vida
E ser feliz!

Seja como a criança
Ela recebe tudo o que chega
E deliciosamente faz a sua história
Cria um cenário
E vive
A sua verdade
A sua realidade.

Receba o que a vida lhe proporciona
E faça o melhor
Afinal nem tudo é como a gente gostaria
Mas o como fazer
A criação
É por conta de cada um.

Criatividade a gente tem
Vontade de sobra
Então é só fazer
O mundo acontecer
Primeiro em você.

Hoje contagie
Ilumine
O mundo com o seu sorriso.

Faça como a criança que não tem vergonhar de ser
Ela simplesmente é.

Um super dia repleto de amor, luz e magia.


Tânia Gorodniuk
www.tginspira.com.br


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Um sonho de Natal!



Era uma vez...

Uma noite linda
Mágica acontecia
Estrelas brilhavam no céu
Não se via o fundo azul
De tanta luz.

Era noite de Natal
Milhares e milhares de crianças aguardavam
O tão esperado Papai Noel.
Já era tarde da noite
Quando uma pequena
Decidiu ir à janela
Sentou-se na beira do telhado
Deitou-se e ficou admirando
Aquele céu iluminado
A Lua se escondia por trás de tantas estrelas.

Como magia
Começou a nevar
A criança sorria
Por não acreditar no que via
E o que sua pele sentia
No toque frio da neve caindo
Maravilhada
Ela simplesmente sorria e dizia:
É neve!

De tanta neve
Seu corpo afundou
E mal conseguia levantar
Para entrar no seu quarto.

Nesta sensação gostosa
De estar mergulhada na neve
Eu acordei
E lembrei de cada detalhe para contar
Porém uma coisa é certa
O que eu senti
Não há palavras para expressar
A minha alma voou
O meu coração sorriu
E hoje eu estou assim
Iluminada de tanto prazer.

Um sonho
É quando o corpo solta  a alma para voar
É quando o coração materializa um desejo
E o faz acontecer...



Tânia Gorodniuk


segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Uma pequena vírgula


Já tentei reorganizar
Tentei mudar a vírgula de lugar
E a frase perdeu o sentido
Então retornei
Reescrevi o texto novamente
E me surpreendi.

A essência não muda
O que muda é a forma
De usar os sentidos
Adquirir conhecimento
E ouvir,
O tempo
A razão
A emoção
E o sentir.

Seja simples
Seja você
Seja tudo o que possa ser
Você é um ser único
Nas diferenças
Você se faz especial.

Se reescreva
Modifique o olhar
Mude o foco
E encontrará novos sentidos.

Tânia Gorodniuk



Muito se fala e pouco se faz...

Em silêncio observo o que as pessoas postam, falam, interagem e se expressam. Hoje muito se fala e pouco se faz. Falta estender uma ...