segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Pessoa de Fibra




Pessoa de fibra
é aquela que não esconde o que sente
seus medos
seus receios
é aquela que fala e age conforme o que diz
é aquela que não tem medo de ser feliz
é aquela que aceita como é
e se ama muito.

Pessoa de fibra
Tem um doce molejo
Move-se de acordo com o vento
E dança conforme a melodia
Pessoa de fibra
Sorri mesmo na dor
Porque sabe
Sorrindo onde estiver
Haverá luz
E esta cuidará do coração.

Pessoa de fibra
Encanta
Pessoa de fibra
Ilumina
Pessoa de fibra
Um ser que é forte por fora
E macio por dentro
Age para a conquista
E se deleita na emoção.

Pessoa de fibra
Liga os pontos
Constrói pontes
Encontra caminhos
Desata os nós...

Pessoa de fibra
Aprende todo o dia
Porque sabe
Que no amanhã
Haverá novas lições.



Tânia Gorodniuk

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Hoje acordei assim...



Hoje acordei assim, criança...
Repleta de esperança
Com vontade de voar
Cheia de vontade de brincar com a vida
E ser feliz!

Faça como a criança
Ela recebe os brinquedos
Faz a sua história
Cria um cenário
E vive a sua verdade
A sua realidade.

Receba o que a vida lhe proporciona
E faça o melhor
Afinal nem tudo é como a gente gostaria
Mas o como fazer
A criação
É por conta de cada um.







Tânia Gorodniuk


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Um sonho de Natal!



Era uma vez...

Uma noite linda
Mágica acontecia
Estrelas brilhavam no céu
Não se via o fundo azul
De tanta luz.

Era noite de Natal
Milhares e milhares de crianças aguardavam
O tão esperado Papai Noel.
Já era tarde da noite
Quando uma pequena
Decidiu ir à janela
Sentou-se na beira do telhado
Deitou-se e ficou admirando
Aquele céu iluminado
A Lua se escondia por trás de tantas estrelas.

Como magia
Começou a nevar
A criança sorria
Por não acreditar no que via
E o que sua pele sentia
No toque frio da neve caindo
Maravilhada
Ela simplesmente sorria e dizia:
É neve!

De tanta neve
Seu corpo afundou
E mal conseguia levantar
Para entrar no seu quarto.

Nesta sensação gostosa
De estar mergulhada na neve
Eu acordei
E lembrei de cada detalhe para contar
Porém uma coisa é certa
O que eu senti
Não há palavras para expressar
A minha alma voou
O meu coração sorriu
E hoje eu estou assim
Iluminada de tanto prazer.

Um sonho
É quando o corpo solta  a alma para voar
É quando o coração materializa um desejo
E o faz acontecer...



Tânia Gorodniuk


Uma carta ao tempo...

Será que vale a pena? Será que alguém entende? Será? Será que as palavras ainda são capazes de levar o que se sente? Será que os ...