segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Árvore da vida




Viemos de um fruto
Fomos semente
E no solo familiar
Criamos raízes
Crescemos fortes
Conquistamos nosso espaço neste mundo.

Cada galho uma ação
Cada folha uma palavra
Cada flor uma reação
E cada fruto uma realização.

Se cada um de nós fizesse a seguinte reflexão
Sou um ser e tudo o que faço reflete em mim
Cada palavra, cada ação, cada gesto
Tudo o que fizer
Voltará e eu sentirei.

Reflita agora
O que tem feito?
Como tem agido ultimamente?
O que tem doado de si aos outros?
Tem se dedicado a quem ama?
Tem dito o que sente?

Se estamos felizes
O mundo entende
Se estamos tristes
Ele entende também
Se nos agredimos
O corpo sofre
A alma padece
A vida pára
E a nossa árvore seca.

O que importa nesta passagem terrena?
Ser feliz
Fazer o bem
Semear o amor
Nos amar
E dizer sempre:
AMO VOCÊ!
Seja para o outro
Seja para a vida
Seja simplesmente para agradecer
O amor de quem nos criou.

Um dia de paz, amor e reflexão:
Quem sou?
O que eu quero?
O que eu faço?
Estou feliz assim?



Tânia Gorodniuk


sábado, 25 de agosto de 2012

O olhar da Coruja



Não é por acaso que a Coruja é um símbolo de sabedoria em diversas culturas, ela pode enxergar o que os outros não conseguem: a essência da sabedoria. A Coruja percebe com precisão o que realmente ali se encontra, uma vez que é uma excelente conhecedora dos segredos da noite.

A Coruja observa quieta
Enquanto todos dormem
Ela sente a noite
Ela vê onde poucos enxergam.

Faça como a Coruja
Observe
Sinta
Feche os olhos
Utilize os outros sentidos
Para perceber um novo olhar
Para vivenciar um novo sentir.

A gente sempre aprende
Quando pára e olha
Sem pressa
O que a vida tem a dizer.

Use o tempo
Voe no vento
Se aqueça ao Sol
E descanse a luz do Luar.

Viver é sentir a vida fluir dentro de nós.

Tânia Gorodniuk





quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Capacitados para amar




Somos todos capacitados para amar
De formas diferentes
E são estas diferenças que nos aproximam
Cativam o nosso coração
A perfeição não existe
O que existe é o que está em constante construção
Em movimento
Tirando da vida o proveito
Aprendendo a cada dia
Uma nova lição.

Com amor a gente vive
Este amor nos faz sentir
O que o outro sente
A gente compreende e segue
De mãos dadas este caminho
Ninguém é alguém sozinho
Somos parte de um todo
E o todo tem um pouco de nós.

Faça como a criança
Um dia de cada vez
Passo a passo
Aos poucos a gente chega
E conquista mais um degrau.

Somos todos capacitados para amar, iluminar e ser feliz!

Tânia Gorodniuk




sábado, 18 de agosto de 2012

Somente um abraço...



Tem horas que as palavras não servem
O tudo é nada
E o nada é tudo
Nesta hora a gente quer somente silenciar
Fechar os olhos
Esperar a noite passar
No amanhecer receber a vida
E viver feliz!

Neste instante a gente só quer um abraço
Bem apertado
Um colo pra ficar
Esperando a dor passar
Recebendo carinho de outro coração
No silêncio sentir o amor
E assim voltar a sorrir.


Tânia Gorodniuk



sexta-feira, 10 de agosto de 2012

A magia do amor


Se procura alguém achará um corpo, se procura um sentir encontrará a magia do amor.

Há no mundo vários corações
Que buscam um amor
Que necessitam amar
A cada encontro há um sentir
Uma amizade
Um olhar
Uma saudade
Uma vontade de viver.

As almas estão conectadas
Esperando apenas o encontro dos corpos
Quando estes corações de almas traçadas se encontram
Há a explosão de um sentir
Há um toque no olhar
Um vibrar no sorrir
Nesta hora cada corpo entende que encontrou
A alma que sempre procurou.

Amar é conectar a alma ao corpo
É sentir com todos os sentidos este amor
Um arrepio na pele
Um brilho no olhar
Um som encantado
A magia no sorrir
Um cheiro de amor no ar
O corpo sente tudo
E alma vibra porque este sentir flui
O desejo maior
É parar o tempo
Silenciar
Sem se movimentar
Só pra que o sentir fique
Sem sair do lugar.

Este amor
É algo maior
Um poder de luz
Uma magia contida
Em cada sensação
Em cada suspiro
De pura emoção.

Deixe o amor tocar o seu coração
Entregue-se e viva
Algo diferente
Algo que transcende a razão
Uma vez que a emoção explode no ar.

Uma linda noite!

Tânia Gorodniuk




domingo, 5 de agosto de 2012

Uma pausa


Quando a gente não sabe o que fazer
É preciso parar
Observar
E sentir
O vento
Esquecer o pensamento
E relaxar
No silêncio
Encontrar a paz
Na tranquilidade
Ver a luz.

Quando a gente esquece o que nos aflige
E entrega ao tempo
O universo entende
Que chegou a hora de agir
E comanda num simples sopro
O nosso sentir.

Nem tudo é preciso uma ação
Às vezes é necessária a pausa
Para entender que o que vem depois
Valeu cada minuto da espera.

A natureza é sábia
E nos ensina todos os dias
Basta querer observar e aprender
Uma nova maneira de viver.

Tânia Gorodniuk





Muito se fala e pouco se faz...

Em silêncio observo o que as pessoas postam, falam, interagem e se expressam. Hoje muito se fala e pouco se faz. Falta estender uma ...