segunda-feira, 18 de junho de 2012

Parabéns Ribeirão Preto 156 anos




Fui conhecer Ribeirão Preto
Pela primeira vez
No dia do seu aniversário 19/06/2011
Sem querer.

A cada olhar tudo me encantava
Parecia criança olhando o mundo pela primeira vez
Não perdia nada, as folhas, as flores, o vento...
Tudo era importante observar
Naquele momento eu queria conhecer tudo
Registrava tudo nas fotos, cada pedacinho da cidade
Até música eu pude presenciar
Lindo de se ver e ouvir.

Eu não entendia
Mas até o ar era diferente
A cidade contava a sua história num olhar
As flores me cativaram,
Em cada canto uma espécie diferente me dizia:
Olá!
A cada olhar um suspiro de puro prazer
Há uma beleza que toca a alma da gente
Até o Sol veio para saudar o dia
Quando algum lugar me tocava,
Eu fotografava para registrar o meu sentir

Parque Roberto de Mello Genaro:

A cidade possui pequenos paraísos
Que escondem em seu interior algo especial
Por mais que eu diga
É preciso estar no local e sentir
Você olha, sente e sorri.
Mesmo hoje após quase um ano
Eu sinto como se fosse em tempo presente
Em cada rua,
Cada avenida,
Eu sabia que algo fluia dentro de mim
Você vê uma cidade gigante no sentir
E quando conhece quem cuida
Entende de onde vem, dos imensos corações
Onde há luz do amor
Há um lugar de paz.

Muitos podem pensar que os locais turísticas são lindos,
Mas aqui eu comprovei que em cada canto há algo especial.
Nas praças, nos parques, nas ruas, no céu, no ar...

Até que meu coração guiou meus passos para um lugar divino:
Meu bosque escondido.
Aqui mora o meu coração
Eu voltei para São  Paulo,
Mas o deixei em Ribeirão.
Aqui há uma paz que não se explica
Apenas sente.
Venha sentir o que em palavras o que jamais conseguirei dizer.
Um lugar especial
Que só pode ser sentido com o coração,
Se um dia você sonhou em escutar a voz do coração,
Aqui é o lugar.
O coração sente o que os olhos ainda não conseguem enxergar
E nos faz suspirar só de sentir.

Museu do Café:

História de gente que fez a vida acontecer.
Em Ribeirão a Natureza predomina
E ensina a arte de amar.

Parque Curupira:

Você entra por um caminho estreito
E repentinamente o mundo se abre
Num mágico encanto
A surpresa é tão forte que a respiração pára.
A cada dia um novo desenho no céu
As águas fluem e o barulho acalma a mente.
O aroma invade purificando todo o seu ser.
Quando eu pensava que já havia visto tudo
Algo me surpreendia com sua beleza ainda maior.
Onde há vida
Há magia
Há troca de energias
Há algo maior
Quando a gente silencia para ouvir.
A cada foto a paisagem fala,
Canta, sorri e transforma o meu olhar
Nada é tudo!
E o tudo é muito!
O que há aqui?
Tudo o que quiser descobrir.

Nesta viagem eu percebi
Que quando a gente quer
A gente sente
E descobre algo diferente.

Para alguns é apenas um parque
Para mim é o meu tudo.

No desenho das nuvens eu capto a mensagem
E no coração codifico o sentir.

Parque Carlos Raya:

Grandes presentes
São guardados em pequenas caixas
Quem diria que uma simples viagem
De alguns dias transformaria o meu eu.
A energia do Sol era profunda
Entrava na alma e trazia à tona o melhor do sentir.
Os elementos sempre presentes:
água, ar, terra e fogo.

A água purifica, conecta,
transcende, liberta.
Um simples animalzinho demonstra a felicidade presente.
Beleza não é o que se vê
Mas o que sente
Dentro da gente
Chamado prazer.

No silêncio da paisagem reina o amor.
Felicidade
é um suspiro que gritou dentro de mim.
Prazer é o que o coração sentiu
Quando a alma o tocou.

Retrato a vida pelo sentir
Ele não mente
Sente sem a gente pedir.

Paz é o equilíbrio das emoções dentro de mim.

Avenida Dr. Francisco Junqueira:

Uma avenida que corta a cidade
e leva o amor em cada árvore.
Aqui o marco inicial de uma paixão
Os sonhos desaguam e florescem nos corações.

Bosque Fábio Barreto:

Nesta passagem estreita três lugares mágicos.

Zoológico:

Na simplicidade uma história que salta aos olhos.
A vivacidade da imagem toca sem nada dizer.
Um lugar para meditar.
Nesta viagem eu reparei que as maiores surpresas estão escondidas.
Os animais fazem um show à parte.
Os macacos alegram com tanta euforia.
Eu chamei e ele veio só para fotografar
E dizem que animal não entende...
Eu sentia que cada bichinho ouvia o meu coração
Este era o meu guia,
Ele sabia que algo muito especial iria acontecer.

Jardim Japonês:

Esqueça tudo o que sentiu e ouviu
Uma nova realidade está no ar.
Um pequeno jardim
Que fala a cada paisagem,
Que traz uma mensagem em cada respirar.
Um lugar mágico que surpreende.
Foi neste cantinho mágico
Que o coração vibrou e eu chorei
Porque o corpo não conseguiu conter tamanha espiritualidade.
Aqui a alma desprende do corpo
Porque encontra a paz
Encontra a divindade presente
Sente quando Deus a toca.
O meu corpo sente mesmo distante
A magia deste lugar.
Feche os olhos
E sinta a energia tocar você.
Meu doce pássaro me seguiu
Todas as vezes que estive em Ribeirão.

O Mirante da cidade:

"Ribeirão Preto
Você tocou meu coração
Me fez sentir
Cada parte de mim
Aguçou meus sentidos
Ativou minha intuição 
Me ensinou a ver com os olhos da alma
Me fez renascer
Quando a alma pedia luz
Eu só tenho a agradecer
A alegria em te conhecer."

A cada momento uma surpresa divina
O céu escrevia e eu compreendia.
No aeroporto
Entre pousos e decolagens
A energia fluia nos encontros entre corações.

Morro do São Bento:

Cada monumento uma história
Em cada história um som
Em cada som uma palavra
Em cada palavra uma imagem.

Parque Maurílio Biagi:

Os parques guardam em seu interior emoções:
Um choro
Um sorriso
Um abraço
Um beijo
Um encontro
Onde o tempo parou
Para pedir me olhe
Me toque
Me sinta
Só assim eu continuarei
Bela, forte, precisa
Cheia de vida
Para sempre tocar o seu coração
Invadir sua alma
Te fazer sonhar
e assim ser feliz
Te amando sempre.

"À você minha cidade amada o meu obrigado
Por reacender a chama da vida
Me fazer sentir
Cada parte de mim
Num simples olhar.
Em cada rua, cada esquina há
um pouco de mim
Mas em mim
Há MUITO de você
Minha eterna paixão
Ribeirão Preto."

Parabéns ao povo que me recebeu de braços abertos
Uma cidade se faz de corações
Que vibram na mesma intensidade
De amor, carinho e luz
Sempre na mesma direção de um olhar.

Parabéns Ribeirão Preto, cidade do meu coração, minha paixão eterna.

Tânia Gorodniuk




Nenhum comentário:

O que é correto?

O que é correto? Correto é respeitar as normas vigentes. Correto é respeitar o outro em todos os aspectos, gostos, religião...