domingo, 29 de abril de 2012

Almas entrelaçadas



Dizem que tudo começa quando nascemos
Mal sabem eles que tudo começa muito antes
Em outras vidas
Vem de longe
O conhecimento entre almas.

Eu te encontrei
Em outra vida vivi
Perto de ti
O que fui?
Eu não sei.
Mas senti
Que há muito tempo
Sonhei,
Amei você.

E hoje reviver
Este amor
Me faz suspirar
Me faz renascer.
Entender ainda não consigo
Mas sinto
E como sinto.
Sinto você por perto
Sinto você por dentro
Sinto
E nem sei ao certo
Como
Onde
E porque.

Caminhos cruzados
Almas entrelaçadas
Se nos encontraremos nesta vida?
Só o tempo dirá
A força do sentir
O poder do amor.

É com você que realizarei o sonho
De sentir o amor
Puro e verdadeiro
Por inteiro
De corpo, coração e alma.

Hoje sei que somos energias
E que a sua me atrai
E a minha te procura
Todas as noites
Só pra sonhar
Com você.

Que sentimento divino
Que eu tenha mérito
De sentir o meu corpo vibrar
Ao te ver sorrir
Próximo a mim.

Seja qual caminho seguir
O meu lar sempre foi e será a sua alma.



Tânia Gorodniuk







Quando uma mulher AMA




Quando uma mulher ama
Ela ama o toque
O olhar
O sorriso
Tudo o que vem de dentro.
Não queira tocá-la de outro jeito
Ela ama o que sente.

Você precisa tocar seu coração
Se possível tocar sua alma.

Uma mulher quando ama
Quer sentir dentro de si o amor
Pra ela não existe o que vê
Somente o que sente.

Quer conquistar uma mulher
Toque-a como ninguém
O seu coração.
Só então conhecerá algo novo
Que só mostrará em quem ela confiar
Em quem sentir a segurança
Do sentimento
Forte e verdadeiro.

Mas não se engane
Se ela desconfiar de suas intenções
E não sentir a verdade como reciprocidade
Se fecha
Nunca mais a verá
Pois não terá mais a chave do seu coração.

A chave certa abre o paraíso
E você jamais irá esquecer
Se um dia encontrar
Alguém para amar.



Tânia Gorodniuk



terça-feira, 24 de abril de 2012

Ribeirão Preto minha eterna paixão



Fui passear...
Precisava sentir o coração falar
Fechei os olhos
E na imaginação voei para Ribeirão Preto
Cheguei
Coloquei meus pés no chão
E fui andar.
Caminhar pela Avenida Dr. Francisco Junqueira
É sentir o céu perto da gente.
Tantas árvores floridas
Tanto verde
Tanta vida...
Cheguei ao Parque Curupira
Entrei
Senti o barulho da água
Ouvi o canto dos pássaros
Que oásis!
Sentei-me num pequeno tronco
E me perdi no olhar
Quando vi
Já haviam passado três horas
Que ali fiquei paralisada tamanha beleza
Flutuei na magia e sonhei de olhos abertos.
Avenida 9 de Julho
Que visão
Um canteiro central onde é possível caminhar
As árvores com flores amarelas dão o toque especial.
Senti-me passando por um portal rumo à felicidade.
Parque Roberto de Mello Genaro
Lá do alto
Na entrada do parque avisto a paisagem
Que maravilha
Ver aos seus pés a magia da natureza
Um primor de detalhes
Pedras rochosas nas paredes
Um vale encantado
Pequeno no tamanho
Mas imenso na beleza.
Avenida Presidente Vargas
Nos primeiros metros
Uma surpresa
Meu coração sentiu algo diferente
Parei olhei para a sua extensão e viajei na imaginação
Guardo no peito uma sensação divina.
Caminhando pela Avenida Prof. João Fiúsa
Cada esquina uma emoção
Que ar é este que paira sobre Ribeirão?
Já na Avenida Wladimir Meirelles Ferreira começo a perceber um som
Águas correndo
Que sensação
Parei na entrada e senti o coração pular
Foi como entrar num mundo de sonhos
Patinhos no lago
Flores belíssimas
Um jardim lindo
Mais uma vez a intuição me fez suspirar
E voei para encontrar a alma
Que resolveu voar.
Agora a parte mágica
Precisava encontrar um lugar especial
Rumo a Avenida José Adolfo Bianco Molina
Que avenida
Avistei uma praça maravilhosa
Um cantinho para relaxar
Atrás do Ribeirão Shopping
Na Rua do Bosque
Eu achei!
O meu lugar encantado
Meu bosque escondido como o chamo carinhosamente.
Que vibração
Não foi à toa que todos os meus passos me levaram para lá
Lá deixei meu coração
Lá perdi a fala e a respiração
Lá encontrei a vida em outra dimensão.
Um lugar sereno e tranquilo
Um pedaço do paraíso na terra
Meu querido Bosque.
Agora o tão esperado Zoológico da cidade
Quem diria que uma estreita rua pequenina
Levar-me-ia ao mundo espiritual.
Quanto verde
Quanta vida
Quantos sons
Muitos animais
Que alegria a cada passo
Uma visão surpreendia meus olhos.
Na entrada do Jardim Japonês
Meus olhos choraram
Um encanto
Toda a diversidade da natureza
Num lindo jardim
Peixes alegravam o lago
No final do caminho o Mirante da cidade
Que vista
Que paisagem!
Lá eu tive o prazer de me conectar ao mundo espiritual
Um presente divino que meu coração ganhou.
Para encerrar o passeio
Avenida Jerônimo Gonçalves
Para mim a entrada da cidade devido a Rodoviária
Agora reformada que avenida maravilhosa
Um cartão postal!
Parque Ecológico Maurílio Biagi
Um lugar mais amplo
Lindo para caminhadas e pedaladas
Cada cantinho um sonho
Dividido em pequenos espaços
Diversifica os gostos.
Minha viagem termina
Mas em meu ser
Algo mudou
Depois que eu conheci passo a passo
Com meus pés
Ribeirão Preto
Um encanto de cidade
Com uma enorme espiritualidade
Um lugar igual
Eu nunca vi
E muito menos senti.
Valeu a vida
Só por estes momentos
Que ficaram gravados na memória
E fizeram história em meu ser.
Ribeirão não tem mais jeito
Amo você!
Cada rua
Cada esquina
Cada praça
Cada parque
Há um pedaço de mim
E dentro do meu coração
Só há espaço para você
Cidade divina
Encanto de luz
Que no olhar vibra o corpo
E no sentir toca a alma.
Parabéns por mais um ano
Parabéns por sua história
Parabéns pelo povo
Que nutre o amor
Que paira no ar.

Tânia Gorodniuk






segunda-feira, 23 de abril de 2012

Hoje eu apenas sinto...



Hoje não tenho respostas
Para o que meu coração sente.

Só posso dizer que ele fala,
Pulsa
Só de pensar neste lugar.

Que ligação nós temos nesta paisagem?
Que mensagem ela quer passar?
Que sentimento é este que invade o peito,
Explode nas sensações,
Toca a alma
E faz o corpo flutuar?

Só o tempo dirá
Trará as respostas
Na hora certa
No momento em que tiver de ser.

Enquanto isso
Eu sinto meu coração bater
Rápido
Forte...

Talvez um dia
A vida compartilhe
O que hoje esconde
Uma história que vibra por dentro
Transforma o amor em sentimento
Que voa por entre os tempos
Passado e presente
E explode em outra dimensão.


Tânia Gorodniuk





sábado, 14 de abril de 2012

Homenagem aos Bombeiros



"Não sei bem porque
Mas nasci assim
Com uma enorme vontade
De ajudar alguém.

Acordo todos os dias
E tem dias que nem durmo
Mas a minha alegria
Me traz a força que eu preciso
Para seguir.

A cada resgate
A cada dia
Um novo milagre se faz
E isto sim me satisfaz.

Deixo minha família
E vou fazer o que meu coração mandou
Salvar quem precisa de mim.

Não desejo honras e nem méritos
Mas um sorriso é tudo
Um abraço apertado
Um choro como obrigado...
Saber que eu pude
De alguma maneira ser útil
No que sei fazer melhor
Ajudar.

Na hora me isento de emoções
E corro contra o tempo
O objetivo é salvar
Nesta hora o relógio corre
E cada minuto é precioso.

Quando termina eu entro no carro
E então minha emoção aflora
Choro escondido
Agradeço aos céus
E quando não é possível salvar
Que Deus dê forças aos corações
Inclusive ao meu
Que dói por não ter conseguido.

Somos humanos
E nem tudo está em nossas mãos.
Sou bombeiro
De corpo, alma e coração
Nasci assim
Com esta missão
Oferecer ajuda
E tentar salvar."

Obrigado à vocês
Anjos da terra
Que nem olham para onde vão
Caminham
Com o único propósito
E como feras
Abrem espaço
Só pra chegar onde está um coração em perigo.

Que Deus abençoe vocês e as suas famílias
Que também colaboram nesta missão divina
O meu muito obrigado.



Tânia Gorodniuk




terça-feira, 10 de abril de 2012

Não há distância para um grande amor


Para um grande amor não há barreiras
Não há distância
Não há fronteiras...

Um grande amor voa
Nas asas do coração
Pede ao vento carona
E pousa sem perceber
Quando acertou o alvo
Porque o amor o levou.

O amor é pura energia
Que flui
Como magia
Irradia
E se conecta em outro ser.

Como duas metades que se unem
E se fundem em um só coração.

O verdadeiro amor sente
Respira
Transpira
Suspira
Pulsa
Na mesma frequência
E quando as ondas não se tocam
Sente a sua ausência.

O alimento deste amor
É o sentir
É o prazer que vibra
Quando as mãos se tocam
Quando os olhos se cruzam
Quando o sorriso se faz.

Amar é assim
Algo que a gente sente
E não consegue descrever
O que na mente da gente acontece
E no coração se faz crescer.

Não há distância para um amor
Pois o amor voa
Para onde for
Só pra encontrar outro coração e pulsar.

O amor não segue uma linha
Nem parâmetros, métricas ou padrões.
O amor segue o que no coração vibra
E na alma toca
Provocando no corpo um doce prazer.



Tânia Gorodniuk



Um propósito e a magia do significado coletivo.

Para viver melhor, com qualidade, nada melhor que ter um propósito, dar um significado à vida iluminando outros corações. Se a gente u...