domingo, 29 de janeiro de 2012

Um encontro de almas




Uma mulher
É dócil, meiga, frágil
Ao mesmo tempo
Forte, guerreira, poderosa.
Mulher que grita, chora e ri
Encanta, seduz
Tudo isto porque desde pequena
Foi ensinada a sentir e sonhar.
 
Você nasce menina
E desde pequena aprende a ser madura
Ajuda a mãe
Com a casa, com os irmãos
Aprende a lavar, passar, cozinhar
Estuda, cresce e vai trabalhar
Mas continua a fazer tudo em casa.

Sonha em conhecer alguém
Que a ame
Lhe dê carinho e atenção
Sonha em ter filhos e formar uma família.

A menina moça mulher
Nunca perde a vontade de sonhar
Nunca perde a esperança de conquistar, encontrar
O que tanto sonhou.

No fundo o coração sabe a verdade
Tem certeza do que vai acontecer
Porém a ansiedade insiste em querer apressar o passo
Porque a mente mostra o cansaço da espera.
Neste instante uma voz serena diz:
Quando for revelado você entenderá tudo.

Não há nada a fazer
Só resta conter os sentidos
Que a cada dia estão mais fortes e precisos
Sonhos reveladores
Sensações diferentes
Intuição a mil
Que sentimento forte é este capaz de mudar tudo
De girar o mundo
Em apenas um segundo?



Tânia Gorodniuk







Nenhum comentário:

Somos na união um só sentir.

Somos eternamente luz Num corpo que procura Incessantemente Uma alma nua Que se desfaz cada vez Que os olhares se encontram Que os...